PI: secretário confirma aumento de confrontos entre facções após pandemia

O secretário de segurança, Fábio Abreu, disse nesta segunda-feira (4) que muito em breve a maioria dos presos soltos por conta da pandemia do coronavírus estará de volta ao sistema prisional. Segundo ele, cerca de 500 presos estão nas ruas e muitos pertencem a facções criminosas, fato que elevou o número de confronto em regiões de Teresina, como a Sul e Sudeste.

“Tivemos o advento da soltura de 500 presos, a maioria deles faccionados. Enquanto estava no sistema sem comunicação não se tinha essa problemática. Nas ruas, o reflexo tem sido essa guerra entre facções. Temos esse problema e vamos colocar de volta a maioria desses indivíduos no sistema penitenciário”, afirmou o secretário durante entrevista ao Jornal do Piauí.

Fábio Abreu confirmou que os presos estão fazendo o confronto fora do sistema penitenciário e que a polícia já está combatendo essa realidade.

“Nas próximas horas, nos próximas dias, vocês vão ter as informações do retorno desses indivíduos, de onde eles nunca deveriam ter saído”, disse o gestor.

Segundo o secretário, hoje em Teresina atuam uma facção de São Paulo e outra do Maranhão. “Qual o objetivo de tantos presos soltos, sabendo que nenhuma desses presos vai ficar em isolamento social? Eu aposto se desses 512 presos soltos, se um ficou em isolamento social. Eles estão é praticando roubo. Tivemos um aumento no número de roubos, homicídios e da doença, pois se ele está fora do presídio, fez contato com a população e vai ser preso, coloca em risco a integridade do policial e leva para o sistema prisional o vírus. É por isso que tivemos essa sobrecarga”, finalizou.

Hérlon Moraes/Cidadeverde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *