Piauí vai passar a exigir passaporte da vacina com comprovação da 4ª dose

A governadora Regina Sousa (PT) anunciou nesta terça-feira (19) que o Piauí passará a exigir a apresentação do ‘passaporte da vacina’ com o registro das quatro doses contra a Covid-19. O objetivo é superar a baixa taxa de imunização no estado no que diz respeito às doses de reforço.

A medida valerá inicialmente para locais e repartições públicas que estão sob a administração estadual.

Regina Sousa anunciou que, ainda nesta terça-feira (19), uma nova nota técnica do Comitê de Operações Emergenciais (COE) estadual será publicada com a determinação e outras medidas em nível de recomendações.

A governadora esteve reunida com os representantes do grupo na segunda-feira (18) para análise do cenário na pandemia no Piauí, inclusive, para definir orientações para a continuidade das aulas em escolas estaduais.

“Saíra hoje uma nova nota técnica, mas nada com peso, não terá fechamento, muita gente está na expectativa. Serão recomendações e alguma obrigação. Vamos exigir de novo o atestado de vacina.Qual é o problema? 80% das pessoas que estão sendo internadas ou só tomaram uma dose ou as duas primeira, pouquíssimas a terceira e quase nenhuma a quarta”, destacou.

A governadora chamou a atenção para os índices de vacinação das doses de reforço e acrescentou que o estado terá que tomar medidas mais rígidas para garantir que a população complete o ciclo vacinal.

Pelo menos um ano após o início da imunização, 54% da população tomou a chamada terceira dose e apenas 13% a quarta.

“O reforço da vacina é a saída. Faremos um grande mutirão de vacinação das pessoas. É fazer com que as pessoas se vacinem. Se é pela dor, então, vamos exigir”, destacou.

A declarações da governadora foram dadas em entrevista após uma solenidade realizada ao Canal Educação.

Por Cidade Verde

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.