PICOS: depois de 17 anos, mulher é absolvida por assassinar cunhado que agredia irmã

Foi absolvida na tarde desta terça-feira (14), durante a sessão do Tribunal do Júri em Picos, Sandra Maria da Silva. Ela foi inocentada do crime de homicídio, em que matou o cunhado com uma faca de mesa após ele agredir sua irmã. O fato ocorreu há 17 anos no município picoense.

A sessão foi presidida pela juíza da 5ª Vara Criminal, Nilcimar Araújo, no auditório do Fórum da Comarca de Picos. Após a apresentação dos depoimentos, provas, tese defendida pelo Ministério Público e pela defesa, os jurados votaram pela inocência da ré.

A irmã de Sandra Maria, Francisca Maria de Sousa, destacou que a decisão do júri tirou um grande peso.

“Muito bom, pedi muito a Deus para libertar minha irmã, tirar este peso dela, ela não dormia à noite”, disse a irmã.

O assessor de defesa, Fábio Bernardes, explicou que a tese defendida foi a de legítima defesa, onde a atitude de Sandra foi proteger a irmã do cunhado que a agredia.

“O júri entendeu pela absolvição por todo o contexto apresentado durante todo o procedimento. A gente já aguardava porque os fatos demonstram que Sandra tentou proteger a si e à irmã”, disse o advogado.

A promotora, Naiana da Paz, enfatizou que os jurados entenderam as circunstâncias do crime.

“A sentença acatou o pedido do Ministério Público, legítima defesa própria, de terceiros, os jurados concordaram com o que foi apresentado”, frisou a promotora.

Após o homicídio, Sandra se apresentou à delegacia e esclareceu a morte do cunhado. Ela ficou presa por quatro meses e depois teve o direito à liberdade concedido, enquanto o caso seguia em andamento no Judiciário.

Fonte: Paula Monize/Cidade Verde


WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-322

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais