Picos tem trânsito lento e movimentação em feiras na 2ª etapa de reabertura do comércio

A retomada das atividades econômicas na cidade foi dividida em quatro etapas. As próximas serão no dia 22 e 29 de junho.

Por Antônio Rocha e Laura Moura, G1 PI

Nesta segunda-feira (15), Picos iniciou a segunda etapa do processo de retomada das atividades econômicas.

A cidade registrou trânsito lento nas principais vias públicas e movimentação nas feiras livres. Entretanto, as barracas com os feirantes não poderiam funcionar, já que a prefeitura estabeleceu o retorno de feiras apenas nas terças, quintas e aos sábados. A volta das atividades recebeu advertência do Ministério Público.

A partir desta segunda, podem funcionar nas segundas, quartas e sextas-feiras, de 8h às 14h, relojoarias, perfumes, lojas de confecção, calçados, tecidos e aviamento, papelarias, lojas de informática, lojas de móveis e eletrodomésticos.

Nas terças, quintas-feiras e aos sábados, no mesmo horário, poderão abrir atividades comerciais em mercados e feiras livres, floriculturas, paisagismos e jardinagem.

A movimentação nas feiras é registrada desde a semana passada — Foto: TV Clube

A movimentação nas feiras é registrada desde a semana passada — Foto: TV Clube

Na primeira fase da retomada da economia em Picos, o setor de autopeças, que inclui oficinas, borracharias, e lojas de material de construção civil vão funcionar nas terças, quintas e aos sábados, no horário das 8h às 14h.

Nas terças, quintas, sextas e aos sábados também podem abrir salões de beleza e clínicas de estéticas, das 14h às 20h.

A retomada da economia em Picos terá outras duas fases, com datas definidas:

  • 22 de junho: Academias de esportes, shopping centers, exceto a praça de alimentação, voltam a funcionar dias alternados da 12h às 20h.
  • 29 de junho: bares, clubes, restaurantes e praças de alimentação em shopping centers poderão funcionar das 12h às 20h 4 dias alternados.

Em Picos, as aulas presenciais da rede municipal, do Cursinho Pré-Vestibular Professor José Bispo e da rede privada permanecem suspensas até o dia 30 de junho, assim como, a realização das atividades coletivas ou eventos, por exemplo, shows.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *