Policial que puxou arma para advogado já foi preso em operação no Piauí

O policial civil Ricardo Araújo Mesquita, que apontou uma arma para o advogado Hartônio bandeira, na delegacia de Pedro II, foi preso em 2017 durante a Operação Infiltrados.

MATÉRIA RELACIONADA:

Agente da polícia civil puxa arma para advogado em delegacia no Piauí; vídeo

A operação tinha como objetivo desarticular uma organização criminosa composta em sua maioria por agentes de Polícia Civil, especializada em fraudes a concursos públicos e outros crimes, cuja atuação culminou em fraude ao concurso público de agente de Polícia Civil realizado em 2012.

Sobre o caso
O advogado Hartônio Bandeira denunciou nas redes sociais que um agente da Polícia Civil puxou uma arma para ele dentro da delegacia da cidade de Pedro II, no Norte do Piauí. Toda ação foi filmada.

Ele afirma que no dia 18 de janeiro deste ano foi até a delegacia e tentou contato com o delegado mas não conseguiu. Posteriormente, registrou, via WhatsApp, a necessidade de receber documentos, mas não foi atendido.

Nesta quarta-feira (24/02), ele retornou à delegacia e mais uma vez não foi atendido, mas foi informado que teria que aguardar meia hora do lado de fora.

“Sai, aguardei no veículo. Passado 30 minutos, adentro na dependência da DP e o mesmo agente sai transtornado, informando que não atenderia, eu usei a palavra mágica: Tenho prerrogativas para adentrar (art 7. VI b lei 8.906/94). Ele saca a arma, diz que sou folgado e que vai atirar. O delegado o contém”, disse na postagem.

“Puxei minha arma, aquela carteira vermelha da OAB, surrada após 12 anos de uso, totalmente municiada pela minha mente que ainda me permite estudar e com a confiança do colete, que é a proteção divina, e com a sorte de ter aparecido alguém para filmar, pude estar contanto essa história”, completou.

Veja o vídeo:

O caso gerou muita revolta nas redes sociais.

O espaço está aberto para manifestação das partes.

 

Por 180graus

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *