Praias Pedra do Sal e Peito de Moça ficam impróprias para banho no Litoral do Piauí

Ao total, três praias do Piauí estão impróprias para o banho, segundo a Semar. Sete praias e ilhas do Delta do Parnaíba foram atingidas pelas manchas de óleo.

As praias Pedra do Sal, situada no município de Parnaíba e Peito de Moça, localizada em Luís Correia, estão imprópria para o banho após o aparecimento de manchas de óleo. A informação com confirmada pela Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar) neste sábado (16).

Em entrevista ao G1, a auditora fiscal ambiental da secretaria, Waneska Vasconcelos, informou que já foram colocadas as placas indicativas na Praia Peito de Moça e que na tarde deste sábado (16), será colocada na Pedro do Sal.

“Nós estamos fazendo o trabalho de fixação das placas e emissão da nota. Até o momento, foi colocada a placa na Peito de Moça. Na Pedra do Sal, será colocada hoje a tarde. Mas elas estão nessa mesma situação, manchas de óleo pulverizadas, tornando o banho impróprio na praia”, explicou.

Outras praias afetadas
 Novas manchas de óleo foram registradas na Praia de Atalaia no Piauí — Foto: Divulgação/ Marinha

Novas manchas de óleo foram registradas na Praia de Atalaia no Piauí — Foto: Divulgação/ Marinha

Na quinta-feira (14), a Semar emitiu um comunicado informando que a Praia de Atalaia estaria imprópria para o banho. Mesmo após a orientação, os turistas continuaram indo à praia. Algumas pessoas chegaram a ficar com óleo grudado no corpo ao tomar banho ou até mesmo por caminhar pela Praia de Atalaia.

Neste sábado (16), mais praias que compõem o Delta do Parnaíba foram atingidas pelas manchas de óleo. Das 73 praias e ilhas do Delta do Parnaíba, sete foram confirmadas presenças de óleo: Ilha das Canárias, Ilhas dos Poldros, Praia de Caiçaras, Ilha do Caju, Barra dos Melancieiras, Ilha do Passeio e Praia do Pontal.

 
Manchas de óleo no Delta do Parnaíba — Foto: Reprodução/TV Clube

Manchas de óleo no Delta do Parnaíba — Foto: Reprodução/TV Clube

O delta é único em mar aberto das Américas e a preocupação das autoridades é que o óleo chegue também aos rios da região. Equipes da Marinha do Brasil e Corpo de Bombeiros, Secretaria de Meio Ambiente dos estados do Piauí e Maranhão iniciaram limpeza dos pontos afetados para evitar que os mangues sejam afetados.

Fonte: G1 PI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *