Santos volta a vencer no Campeonato Brasileiro e rebaixa o Coritiba

Após seis jogos sem vencer – cinco pelo Brasileiro e um pela Libertadores– o Santos voltou a triunfar. Com gols de Marinho e Marcos Leonardo, o time bateu o Coritiba por 2 a 0 e rebaixou o adversário à Série B na noite deste sábado (13), na Vila Belmiro.

O resultado selou o rebaixamento do Coritiba à Série B do Campeonato Brasileiro. Os paranaenses somaram apenas 28 pontos em 35 partidas, estão à frente apenas do lanterna Botafogo, com 24 pontos.

Com a vitória, o Santos se anima para brigar por uma vaga na Libertadores. Com 50 pontos, o time sobe para o 7º lugar e fará seus dois próximos jogos na Vila Belmiro – recebe o Corinthians (17) e o Fluminense (21).

A despedida do Brasileiro ocorre diante do Bahia, no próximo dia 25, na Arena Fonte Nova.

Diante de o Coritiba esmorecido, o Santos começou o jogo com dificuldades na criação de jogadas. O time teve seus méritos na hora de pressionar a saída de bola do adversário, porém, no momento de atacar deixava a desejar no toque final.

Com isso, os donos da casa só assustavam com chutes de longa distância como de Marinho e Luan Peres.

Os visitantes quase abriram o placar aos 13 minutos. Hugo Moura chutou de fora da área, e João Paulo espalmou, na sequência foi a vez de Matheus mandar a bola à esquerda da trave.

O jogo começou a ficar monótono com Santos e Coritiba se revezando com a bola e trocando passes em busca de espaços, até que o atacante Marinho fez um bonito gol, aos 36 minutos.

O camisa 11 do Santos recebeu a bola de Kaio Jorge e arrancou pelo meio, tabelou com Lucas Braga e, com uma cavadinha na bola, encobriu o goleiro Arthur.

Esse é o 17º gol de Marinho no Campeonato Brasileiro empatando com Claudinho, do Red Bull Bragantino, na artilharia da competição.

O resultado selava o rebaixamento do Coritiba à Série B. Para o segundo tempo, o técnico Gustavo Morínigo fez duas mudanças, tirando os meias Sarrafiore e Luiz Henrique e colocando o atacante Robson e Mattheus Oliveira (meia).

No primeiro lance, Mattheus emendou uma bomba de fora da área, João Paulo espalmou e a bola ainda bateu no travessão. Os visitantes voltaram mais ligados no jogo, Ricardo Oliveira, ex-Santos, quase empatou ao acertar um carrinho na bola, dentro da área.

Cuca resolveu tirar Lucas Braga e colocou Jean Motta em campo, e o Santos, aos poucos, foi voltando a dominar a partida, mas novamente com dificuldades de entrar na área dos visitantes.

Conseguiu fazer o segundo gol em lance de bola parada aos 37. Em cobrança de falta, Jean Mota mandou bola na área, Laércio desviou e Marcos Leonardo, livre, só escorou para ampliar.

Fonte: Folhapress

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *