São Paulo joga bem, vence Sport e se afasta da zona de rebaixamento

Mesmo com uma das piores campanhas de sua história nos pontos corridas, o São Paulo conseguiu se afastar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Com gols de Calleri e Gabriel Sara, a equipe de Rogério Ceni venceu o Sport por 2 a 0 na noite deste sábado, no estádio do Morumbi.

A equipe alcançou os 45 pontos, número que teoricamente afasta o risco de queda. A campanha, no entanto, é ruim. O time começou a rodada com o segundo pior ataque da competição. Foi a apenas a segunda vez em dez jogos que o time fez dois gols.

Com a “água no pescoço” nas palavras do técnico Rogério Ceni, por conta da posição incômoda na tabela, o São Paulo entrou com mais velocidade na troca de passes, maior movimentação do meio para frente, além de mudanças na escalação. Vitor Bueno foi titular no meio com a missão de se aproximar dos atacantes Rigoni e Calleri.

O primeiro lance importante foi o chute cruzado de Gabriel Sara aos 11 minutos. Foi uma jogada idêntica ao gol que marcou diante do Palmeiras, no Allianz Parque. Desta vez, ela passou raspando.

A mudança de postura era mais do que necessária, com o time mais dinâmico e elétrico, pois o sistema ofensivo são-paulino é um problema crônico. É o segundo pior ataque do torneio, atrás exatamente do Sport.

Mesmo na vice-lanterna do torneio, afundado na zona de rebaixamento, o Sport conseguiu responder com duas boas finalizações do atacante Mikael. Em uma delas, uma cabeçada à queima-roupa de Mikael, o goleiro Tiago Volpi fez milagre.

Uma cabeçada de Calleri aos 26 – uma chance que não pode ser desperdiçada – e um chute cruzado de Reinaldo continuaram mostrando que o São Paulo havia entendido a urgência do resultado. Mas esbarrava em um problema recorrente: as falhas nas finalizações. Aos 43, o mérito foi do goleiro Maílson na cabeçada certeira de Sara, o melhor do primeiro tempo.

A torcida apoiou a equipe, mas pediu a entrada de Benítez. Foi atendida no intervalo. Com o argentino no lugar de Vitor Bueno, o time passou a errar menos passes e, mais importante, ganhou força na bola parada.

Isso ficou evidente na primeira cobrança de falta, que acabou resultando no gol. Benítez fez um cruzamento perfeito, na pequena área, e Calleri marcou aos 4 minutos. Foi apenas seu quarto na temporada, todos no Brasileirão.

Embora o jogo reunisse os dois piores ataques do torneio, as chances de gol foram inúmeras. Volpi fez outro milagre após finalização de José Welison. Do outro lado, o goleiro Maílson fez uma defesa ainda mais espetacular após cabeçada de Sara.

Na outra chance que teve, Sara conseguiu fazer o seu. Aos 34 minutos, o meia, melhor jogador em campo, completou passe rasteiro de Marquinhos e tranquilizou o São Paulo na partida e afastou o time da zona de rebaixamento.

Fonte: Estadão Conteúdo

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.