Sport vence a Ponte Preta de virada e assume a vice-liderança da Série B

O Sport buscou a virada e venceu a Ponte Preta na noite desta quinta-feira, por 2 a 1, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, em jogo válido pela décima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os pernambucanos fizeram dois gols em menos de dois minutos no segundo tempo.

A vitória em casa deixou o Sport na vice-liderança, agora com 18 pontos ganhos. Enquanto a Ponte Preta chegou a cinco jogos sem vencer (três derrotas e dois empates) e agora caiu para o 18° lugar, com nove pontos. Um ponto atrás do Criciúma (16°) e que ainda jogará na rodada.

O confronto estava previsto para acontecer na terça-feira, contudo, devido à tragédia com a chuva na capital Recife, o Sport solicitou o adiamento e a mudança do local da partida de Recife para São Lourenço da Mata, o que foi acatado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Em casa, o Sport começou o jogo no ataque e assustou logo aos três minutos, quando Giovanni recebeu pelo lado direito e cruzou rasteiro para dentro da área. A bola passou nas costas do centroavante Parraguez, que não conseguiu dominar e concluir ao gol.

A Ponte Preta, mesmo cautelosa, foi ao ataque e na primeira chegada viu Sabino fazer pênalti infantil no atacante Danilo Gomes. Aos 13 minutos, Lucca cobrou e deslocou o goleiro Maílson, marcando seu nono gol na temporada e o terceiro na Série B – time paulista tem 15 gols em 2022.

Atrás no placar, o Sport seguiu no ataque, pressionou a Ponte Preta, mas parou na trave. Aos 31, o volante Fabinho finalizou de fora da área e acertou o poste direito. Depois, aos 35 minutos, Everton Felipe chutou forte, Caíque França espalmou e a bola estourou no travessão.

Melhor em campo, o Sport voltou do segundo tempo num ritmo ainda mais ofensivo e fez dois gols em cinco minutos. Aos três, Luciano Juba cobrou falta, a bola desviou na barreira e enganou o goleiro Caíque França. A virada veio dois minutos depois, quando Ray Vanegas invadiu a área e encheu o pé.

Os gols em sequência não abalaram a Ponte Preta, que manteve a partida equilibrada e poderia ter empatado. Aos 12, Fessina cruzou na esquerda e Lucca cabeceou para fora. Quem também tentou foi o lateral Bernardo, aos 17, em finalização que o goleiro Maílson defendeu no canto direito.

Na reta final da partida, a Ponte Preta foi para o tudo ou nada, mas foi o Sport que poderia ter marcado. Aos 41 minutos, Kayke recebeu cruzamento na área e, livre, cabeceou pela linha de fundo, na última chance de gol antes do apito final.

O Sport volta a campo na quarta-feira para enfrentar o Bahia, às 21h30, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Enquanto a Ponte Preta jogará na terça-feira, quando visitará o Ituano, às 20h30, no estádio Novelli Júnior, em Itu.

Fonte: Estadão Conteúdo

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.