Taxista morre após ser baleado em assalto na porta de casa em Teresina

O taxista Geovani Soares Barros, 35 anos, morreu após ser baleado em um assalto na zona Sudeste de Teresina. O caso aconteceu por volta das 10h da manhã desta terça-feira (19) enquanto o trabalhador chegava para um descanso na casa onde morava com o pai, na Rua Lourenço Figueiredo, no Parque Ideal.

O coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) Francisco Costa, o Baretta, conta que Giovani foi abordado logo ao chegar na porta da casa. Três homens que estavam em um Celta de cor vermelha anunciaram o assalto.

“Segundo relatos, ele não quis entregar, teria esboçado uma reação e recebeu um tiro na região do tórax. As informações são de que os assaltantes roubaram o carro Celta usado no assalto por volta das 7h da manhã de hoje também na região do Parque Ideal e desde cedo faziam assaltos”, conta Baretta.

Após ser baleado, o taxista Giovani foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Renascença, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Após o crime, os bandidos fugiram. O carro em que eles estavam foi apreendido em uma região próxima.

O delegado Baretta lamentou a morte do taxista e disse que a maioria destes crimes é praticada por pessoas que já foram presas e soltas por “excesso de prazo” judicial. O caso será investigado pelo DHPP.

Por Izabella Pimentel/Cidade Verde

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *