Temer: ‘Ao propor fim da reforma trabalhista, Lula vai eliminar direitos dos trabalhadores’

Ex-presidente sugeriu que petista quer a volta do imposto sindical

Durante a Conferência Internacional da Liberdade, o ex-presidente Michel Temer afirmou que Lula vai “eliminar” os direitos dos trabalhadores ao propor reverter a reforma trabalhista. Pré-candidato ao Planalto, o petista ameaçou acabar com a medida aprovada no governo do antecessor.

“Lula deveria dizer o seguinte: vou restabelecer o imposto sindical”, ironizou o ex-presidente. “É preciso um pouco de franqueza.” Temer ressaltou os benefícios da reforma trabalhista, como o teletrabalho, que possibilitou o home office durante os isolamentos na pandemia de coronavírus.

Temer lembrou ainda que a reforma trabalhista permitiu aos trabalhadores e aos patrões fatiarem as férias ao longo do ano, em vez de o funcionário cumprir os 30 dias de uma vez. O ex-presidente defendeu a aprovação de mais reformas econômicas e o equilíbrio fiscal para o país.

“Populistas ganham aplausos hoje para receber vaias amanhã”, disse Temer.

Conferência Internacional da Liberdade reúne de Michel Temer a Mauricio Macri

A Conferência Internacional da Liberdade é uma iniciativa do Instituto Liberal e das principais organizações fundadas no Brasil para promover as ideias liberais, integrantes da Rede Liberdade. O evento reúne lideranças nacionais e internacionais de diversos setores, desde intelectuais a ex-chefes de Estado. Entre os participantes está o ex-presidente Michel Temer.

Por Revista Oeste

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.