Tenente da PM e servidor do TJ-PI são presos por comércio ilegal de armas

A Polícia Civil do Piauí,  por meio do Grupo de Repressão ao Crime Organizado – Greco, efetuou a prisão de cinco pessoas na manhã desta quarta-feira (18/11) em Teresina e União.

As prisões são em decorrência de investigação presidida pelo delegado Tales Gomes no âmbito de inquérito policial que apura comércio ilegal de armas de fogo e associação criminosa.

Foram presos Juvenal Gomes de Brito, Marcelo Matos Costa (vigilante de empresa de segurança), Carlos Alberto Moraes Machado (servidor terceirizado do TJPI), Tiago Gomes de Azevedo e um tenente da Polícia Militar do Piauí. Foram apreendidas seis armas de fogo e munições.

Dentre os presos, os três primeiros citados foram presos em decorrência de mandado de prisão temporária e flagrante delito por posse irregular de arma de fogo, e os dois últimos por posse irregular de arma de fogo.

De acordo com as investigações, Juvenal, Carlão e Marcelo, formalizaram informações que indicam tais pessoas como responsáveis pela comercialização de armas e munições naquela cidade, motivo pelo qual foram presos.

“Após as diligências de hoje todos os presos foram autuados pelo crime de posse irregular de arma de fogo e indiciados pelos crimes de comércio ilegal de arma de fogo e associação criminosa”, explica o delegado Tales Gomes.

 

Por 180graus

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *