Municípios

Teresina: mãe que fez vídeo incentivando filha a agredir cachorro é indiciada por maus-tratos e corrupção de menor

Com a repercussão do vídeo, o cachorro ‘Chico’ foi apreendido, em cumprimento a determinação judicial.

A mãe que publicou um vídeo nas redes sociais incentivando a filha, uma criança, a maltratar o cachorro da família foi indiciada por maus-tratos e corrupção de menor. O inquérito do caso foi concluído nessa terça-feira (12) pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA).

No vídeo é possível ouvir a voz da mãe rindo enquanto a criança puxa os pelos do cachorro e o derruba do carrinho de brinquedo. Ela declara que a filha tem “que se vingar” das mordidas que o cão teria dado na criança. Outra mulher aparece ajudando a criança a colocar o animal dentro do carrinho.

Com a repercussão do vídeo, o caso passou a ser investigado pela polícia e o cachorro ‘Chico’ foi apreendido, em cumprimento a determinação judicial. O animal e o vídeo foram periciados durante a investigação.

“Foi feito perícia das imagens, que concluiu pela questão do crime de maus-tratos. Ele foi conclusivo na questão do bem-estar animal. Indiciamos a mulher pelo crime de maus-tratos e corrupção de menor, que está previsto no Estatuto da Criança Adolescente, que é quando você induz uma criança a praticar um crime”, explicou o delegado Willon Gomes, responsável pelo caso.

O delegado contou que comunicou o Poder Judiciário sobre o indiciamento e a Justiça vai decidir sobre a guarda do cachorro Chico. O inquérito foi encaminhado para o Ministério Público, que vai decidir se denuncia o caso.

A pena para o crime de maus-tratos contra animais varia de 1 a 5 anos de reclusão. Já a corrupção de menor é de até 4 anos.


Fonte: Lívia Ferreira e Catarina Costa/g1 PI


WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais