Trabalhadores de obra do novo hospital de Picos estão com salários atrasados

Os trabalhadores da obra do novo Hospital de Picos estão com salário de maio atrasado há 11 dias. Esta é a segunda vez que a situação se repete e o portal cidadeverde.com/picos foi procurado pelos servidores que denunciaram o atraso.

A futura unidade de saúde também conhecida como Centro de Referência Médica está sendo construída no bairro Paraibinha, situado na zona leste de Picos. A construção vem se alastrando há quase 12 anos e foi retomada no segundo semestre de 2020 com prazo de execução de 825 dias.

A empresa que responde pela condução da obra e pagamento dos trabalhadores é a Construtora Comtérmica, com sede no Estado da Paraíba.

Diante do atraso salarial, na manhã desta terça-feira (14) uma reunião foi realizada com representantes da Construtora, trabalhadores e do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil de Picos. Na ocasião, os servidores foram orientados a pararem as atividades e só retornarem ao serviço caso o salário seja pago.

“Paralisamos os serviços nesta terça-feira e fomos orientados pelo Sindicato a só retornar na sexta-feira mediante o pagamento do nosso salário. A empresa nos informou que existe a expectativa de que entrem recursos nesta semana e assim nosso pagamento seja efetuado”, disse o trabalhador que não quis ser identificado.

Caso a situação de atraso se mantenha, os trabalhadores da obra estão organizando uma manifestação na próxima semana denunciando as condições de trabalho.

O cidadeverde.com/picos contatou a Construtora Comtérmica. Por telefone, foi informado que a empresa não vai se manifestar sobre a situação.

Novo Hospital de Picos

O valor da contratação da obra foi de R$ 29.495.354,79. O Hospital contará com uma estrutura de 152 leitos de internação, dez leitos de UTI Pediátrica, dez leitos de UTI Adulto, cinco salas de cirurgia de alta complexidade, central de processamento de resíduos, quatro salas de parto normal, auditório com 150 lugares, refeitório e biblioteca.

A expectativa é cerca de 500 mil pessoas, de 60 municípios piauienses sejam atendidas com o funcionamento do novo hospital.

Paula Monize/Cidade Verde

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *