Vendedora comenta boatos de suposta autoria da morte de Izadora Mourão; vídeo

Uma vendedora de roupas, moradora do bairro Santa Fé, que teve seu nome e fotos compartilhadas nas redes sociais em Pedro II, Norte do Piauí, como suposta autora da morte da advogada Izadora Mourão, afirmou na terça-feira (16/02) que ficou preocupada com a repercussão do caso.

“Não sei como me botaram nessa enrascada, nem aqui eu estava. Não conheço essa mulher. Eu estava na minha chácara lá no interior. Mas teve gente que disse que me viu lá, na minha moto, na frente da casa da mulher que morreu. Nem sei onde é essa rua”, esclareceu Maria Alves ao Portal P2.

Ela afirmou que os boatos espalhados na internet surgiram também após a Polícia Militar deter seu esposo na frente da residência.

Segundo a mulher, a PM chegou em sua propriedade com seu esposo apenas informando sobre desacato de autoridade. Sem saber o motivo, depois o esposo disse para ela que os policiais procuravam por uma mulher de nome Maria.

Já no período da tarde do último sábado (13), quando retornou à cidade, ela ficou sabendo que seu nome e fotos estavam sendo compartilhados nas redes sociais por suposto envolvimento na morte da advogada Izadora Mourão, o que deixou a família bastante preocupada.

A PM chegou a procurar sites de notícias locais, no dia do crime, para informar que fotos da mulher que estavam sendo compartilhas não tinham qualquer relação com os suspeitos.

A mulher disse que seus filhos ficaram sem dormir e revelou ainda que vai tomar as providências judiciais necessárias acerca do caso.

Irmão da advogada foi preso

O jornalista João Paulo Mourão foi preso na segunda-feira (15/02) suspeito de matar a facadas a própria irmã, advogada Izadora Mourão, na manhã do último sábado (13/02), em Pedro II. Segundo o DHPP, ele é o principal suspeito do crime.

A mãe de Izadora afirmou à TV Meio Norte, na terça-feira (16/02), que seu filho é inocente a reafirmou a versão da família de que uma mulher com máscara e touca entrou na residência e teria assassinado a advogada.

Por Portal P2

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *