Vigia de escola é preso após estuprar adolescente por 5 horas

Ele amarrou mãos e pés da adolescente de 12 anos e cometeu abuso sexual por mais de 5 horas

A Polícia Civil prendeu o vigia de escola particular, Antônio Alves de Farias, de 66 anos, suspeito de estuprar uma criança de 12 anos de idade. O crime ocorreu no bairro de Fátima, em Presidente Dutra, a 350 km de São Luís. As informações são do Blog do Gilberto Lima.

Segundo a vítima, ela saiu de casa para ir ao mercado comprar ingredientes para o almoço, quando o estuprador e arrastou a força para dentro dentro de casa. Ele amarrou mãos e pés da adolescente e cometeu abuso sexual por mais de 5 horas.



A adolescente, para escapar do suspeito, teria se fingido de morta. Em um descuido dele, ela conseguiu fugir se abrigando em uma residência.

Com a chegada da polícia, Antônio Alves tentou empreender fuga, mas acabou sendo preso na MA-034, entre o povoado Baú e a cidade de Caxias.

“Toda”, como é conhecido na cidade, ainda resistiu à prisão e foi alvejado pela guarnição. Ele foi levado para um hospital, onde confessou o crime. Em busca na residência do preso, os policiais encontraram uma arma de fogo e várias caixas de preservativos e objetos pornográfico.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *