Em Jaicós, familiares, amigos e políticos dão último adeus ao vereador Messias Porteira

O corpo do vereador João Messias da Costa o “Messias Porteira” (PSD), assassinado no último domingo (31.jul) em Matão, São Paulo, chegou na manhã desta sexta-feira (5.ago) em Jaicós.

Primeiro o corpo foi velado por cerca de 30 minutos no prédio pertencente ao vereador Messias Porteira, ao lado do hospital Florisa Silva.

Em cortejo, amigos, familiares e políticos se dirigiram até a Câmara Municipal.

Na sede do Poder Legislativo Jaicoense foi realizada Sessão Solene Fúnebre de corpo presente.

A Sessão foi presidida pelo presidente da Casa, vereador Bosquinho (PSD) e contou com a presença do prefeito de Jaicós, Neném de Edite, do vice-prefeito Weslly Bispo, do deputado estadual Georgiano Neto, prefeito de Patos do Piauí, Joaquim Neto, prefeito de Massapê do Piauí, Rivaldo Carvalho, ex-prefeito Chico Carvalho e so vereadores jaicoenses, Ednaldo da Farmácia, Zé Reis, Robim Silveira, Branco Rodrigues, Mocinha Nascimento, Francisca de Manim e Sirlene Lopes.

O deputado Georgiano iniciou seu pronunciamento cumprimentando os vereadores, a família do vereador Messias, a esposa de Messias, Carminha e o filho João Vitor.

“Eu gostaria muito de estar hoje, retornando a Jaicós em outro momento, por uma outra ocasião, mas infelizmente vim para me despedir do vereador Messias, esse jovem que tem uma história de trabalho em favor do povo de Jaicós, e é por isso que chegou a tão bem votado aqui,  na Câmara Municipal, e que infelizmente, partiu de uma maneira trágica, triste e que nós lamentamos muito. Lamentamos muito Neném, durante toda esta semana a morte do vereador Messias. Morte covarde, pela maneira como ocorreu e que nós também haveremos de cobrar das autoridades, para que todas as providências sejam tomadas e a justiça seja feita”, e ao concluir disse “não poderia deixar de estar aqui presente, prestando essa última homenagem, trazendo o nosso abraço de conforto. Sei que não é fácil, uma dor muito grande, mas pedi a Deus que abençoe toda família, abençoe esta casa e abençoe o povo de Jaicós.”

O gestor do município, Neném de Edite, agradeceu a presença do deputado Georgiano Neto, justificou a ausência do deputado Júlio César, dizendo que ele acabara de ligar, lamentando não poder estar presente.

“Esta é a última homenagem que prestamos ao amigo Messias Porteira, um irmão que tem serviço prestado. Ele, que sempre ajudou os conterrâneos que se deslocavam para Matão ou Pratânia em São Paulo. Lamento essa perda trágica, principalmente da forma como aconteceu.

Quero  pedir a Deus que dê o conforto a dona Carminha, ao Jailson, a esposa, ao João Vitor, a Sabrina, a Diana, a Maria, ao Aristeu, todos os filhos, primos e sobrinhos.

Messias nessa vida só fez o bem, deixou aí o seu legado. Todos nós cidadãos temos os nossos defeitos, mas temos as nossas qualidades e como diz o ditado ‘as qualidades cobrem os defeitos’.

Quero dizer aqui para toda a família que estou à disposição de todos, como sempre estive e estarei, pronto para servir”, virando-se para João Vítor, filho de Messias, disse “que que Deus ilumine o seu caminho, ilumine os seus passos. Estude para ser um vencedor na vida, para honrar seu pai, fazer o que ele queria que você fizesse e se forme para no futuro ser um doutor, um prefeito, ou vereador, algo dessa natureza, para servir à sua família e as outras pessoas.”

Ao encerrar a Sessão Solene Fúnebre o presidente da Câmara Municipal de Jaicós, vereador Bosquinho, disse.

“Quero externar que Deus conforte os corações de  todos os familiares, amigos, do nosso eterno vereador Messias Porteira, ‘o amigo de todas as horas’.

É muito difícil, mas Deus é quem sabe de todas a coisas”.

Após a sessão solene o copro do vereador Messias Porteira foi levado para a localidade Tanque dos Batistas, zona rural de Jaicós, onde foi sepultado.

Vídeo:

Todas as imagens

Por Portal Saiba Mais

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.