Mundo registrou 1,1 milhão de novos casos de covid em 2021

Segundo universidade Johns Hopkins, em três dias mundo também teve mais 17 mil mortes; EUA, Índia e Brasil lideram lista

Da EFE, com R7

Os casos globais de covid-19 ultrapassam 84,5 milhões, de acordo com os últimos dados registrados hoje pela universidade Johns Hopkins (JHU), o que representa um aumento de mais de 1,1 milhão de infecções desde o início do ano.

De acordo com os números divulgados neste domingo (3) pelo JHU em seu site, os infectados com covid-19 somam 84.588.500, ante 83.474.757 da última sexta-feira, primeiro dia do ano novo, e o número de mortos para a doença sobe para 1.835.788.

Os Estados Unidos continuam liderando em número de infecções no mundo com 20.427.780, seguidos da Índia com 10.323.965 e do Brasil com 7.716.405.

Os Estados Unidos também são o país com o maior número de mortos, com 350.186, seguidos do Brasil com 195.725 e da Índia com 149.435 mortes.

Entre os países europeus com mais infecções estão Rússia (3.179.898), França (2.700.480) e Reino Unido (2.607.542), enquanto na América Latina, o país com maior número de casos, depois do Brasil, é a Colômbia com 1.666.408, seguida pela Argentina (1.634.834) e pelo México (1.443.544).

Em relação ao número de mortes pela covid-19 desde o início da pandemia, os países com maior mortalidade na Europa são Itália (74.985), Reino Unido (74.682), França (65.048), Rússia (57.235) e Espanha ( 50.837).

Depois do Brasil, o México é o país da América Latina com o maior número de fatalidades, com 126.851, de acordo com a Universidade Johns Hopkins, seguido pela Colômbia (43.765), Argentina (43.375) e Peru (37.680).

No continente africano, o país com o maior número de casos de coronavírus é a África do Sul, que totaliza 1.088.889 e 29.175 mortes por covid-19.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *