Esportes

Al-Ahly despacha Auckland e luta para ser o adversário do Real Madrid no Mundial

O Mundial de Clubes da Fifa começou nesta quarta-feira, com uma vitória por 3 a 0 do Al-Ahly, do Egito, sobre o neozelandês Auckland City.

O triunfo em Tânger, no Marrocos, levou o time egípcio às quartas de final, fase na qual enfrentará o Seattle Sounders, em duelo que definirá o adversário do Real Madrid, classificado direto para as semifinais.

Al-Ahly e Seattle Sounders se enfrentam no sábado, às 14h30, horário de Brasília. Mais cedo, no mesmo dia, o anfitrião Wydad Casablanca enfrenta o Al-Hilal, da Arábia Saudita, na partida que definirá o adversário do Flamengo, também já garantido na semi.

Antes de a bola rolar, foi realizada uma animada cerimônia de abertura do Mundial de Clubes, cheia de elementos da cultura marroquina.

Além disso, foi prestada uma homenagem a Pelé, morto em dezembro do ano passado. Walid Regragui, técnico da seleção do Marrocos, a grande surpresa da Copa do Mundo do Catar, entrou em campo para falar algumas palavras antes de a imagem do Rei do Futebol ser exibida no telão, em meio a um show de luzes.

Assim que a bola rolou, o Auckland tentou mostrar alguma competitividade, mas logo foi empurrado para trás pelo Al-Ahly, que mantinha a posse de bola e trocava passes pacientemente em busca de espaço.

Depois de muitas tentativas, o time egípcio abriu o placar apenas aos 46 minutos do segundo tempo, após uma finalização de fora da área de El Shahat.

O Al-Ahly ampliou o placar aos dez minutos do segundo tempo, depois de uma articulação rápida que teve como desfecho um chute de Sherif, cara a cara com o goleiro Tracey, para a rede neozelandesa.

O Auckland foi para cima em busca da reação, mas não mostrou recursos para concretizá-la e ainda viu o adversário marcar o terceiro, com uma cavadinha de Tau após passe de calcanhar de Kahraba.

O fim do jogo foi marcado por um lance demorado de revisão do VAR, acionado para determinar se uma falta a favor do Al-Ahly teria sido dentro ou fora da área.

Depois de o árbitro analisar a jogada na beira do campo, marcou falta fora da área e expulsou Mitchell, autor da falta, poucos minutos antes de encerrar a partida.

Fonte: Estadão Conteúdo

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais