Anvisa autoriza testes no Brasil de vacina chinesa contra a Covid-19

A CoronaVac está na sua terceira fase de testes e terá 9 mil voluntários como estudo.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deu autorização nesta sexta-feira (3), para que uma vacina contra a Covid-19 seja testada no Brasil. A vacina é desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac e será distribuída em diferentes locais pelo país. O pedido de permissão, feito pelo Instituto Butantan, foi anunciado pelo governador de São Paulo, João Doria, no dia 11 de junho.

A CoronaVac, nome da vacina, já está na sua terceira fase de testes, em que pode ser administrada por um número maior de pessoas. O estudo envolverá 9 mil voluntários, que estarão espalhados pelos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e também o Distrito Federal.

Durante o estudo, parte dos voluntários receberão a dose da vacina e outra parte receberá um placebo, com o objetivo de analisar quem desenvolverá anticorpos contra a Covid-19. Segundo a Anvisa, as duas primeiras fases tiveram resultados “favoráveis”.

O Institudo Butantan afirmou também que o programa de testes terá que passar ainda por um conselho ético ligado ao Ministério da Saúde ou a Secretaria Estadual de Saúde. O custo estimado da testagem será cerca de R$ 85 milhões.

 

Por: meionorte

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *