Após 10 anos de luta, morre Marcílio Barros, estudante de jornalismo da Uespi de Picos

O jovem sofreu um acidente em 2010 que o deixou sem mobilidade física. Desde então, lutava pela vida.

O estudante de jornalismo da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) de Picos, Marcílio Barros, de 39 anos, morreu na manhã desta terça-feira (11/05). Ele lutava pela vida desde quando sofreu um acidente de motocicleta há 10 anos. As informações são do Riachão Net.

Marcílio Barros sofreu um acidente no dia 21 de novembro de 2010, quando estava em seu penúltimo período para conclusão do curso. Em decorrência disso, ele ficou com problemas de locomoção e teve que fazer uso, durante estes dez anos, de traqueostomia.

Nos últimos meses seu estado de saúde se agravou, teve que ser internado, mas não resistiu e morreu em um hospital de Teresina.

Marcílio Barros era natural de Teresina e mudou-se para Picos em 2006 para cursar Comunicação Social na UESPI.

Em Picos, o estudante de jornalismo atuou nas rádios Junco FM e Cultura FM. Nesta última, ele tinha a função de sonoplasta do programa do jornalista Ivo Farias. Lá desenvolveu o personagem “Zé Dúvida”, onde interagia com os ouvintes.

Por onde passava, Marcílio deixava seus traços de dinamismo e alegria. Mesmo com restrições físicas após o acidente, o jovem nunca desistiu do sonho de voltar a estudar e concluir seu curso.

Em 2014 ele ainda se dispôs a palestrar sobre sua história de vida. Tinha como meta alertar sobre acidentes de trânsito e as consequências disso.

Mesmo não tendo sido o fator de seu acidente, quando sofreu uma convulsão enquanto pilotava sua motocicleta na estrada que liga Santana do Piauí a Picos, Marcílio queria falar sobre a junção do álcool e da direção, um dos principais fatores que ocasionam acidentes de trânsito.

Familiares e amigos ficaram comovidos e manifestaram pesar pela morte do estudante.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *