Ciro Nogueira afirma: ‘Agora mais livre para fiscalizar os atos da administração’

O senador Ciro Nogueira (Progressistas) divulgou na manhã desta quinta-feira (06/08) um vídeo em que se posiciona sobre o rompimento político com Wellington Dias (PT), conforme admitido ontem pelo próprio governador.

O congressista reafirmou a surpresa com o anuncio do petista, negou que tenha manifestado interesse em rompimento, mas que, diante da fala de Wellington, se sente agora mais livre para fiscalizar os atos da administração estadual.

“Me vejo na obrigação de esclarecer os fatos e trazer a verdade à tona. De fato, essa semana recebi no nosso apartamento o governador e o senador Marcelo Castro. Entretanto, em momento algum disse que o Progressistas faria oposição ao seu governo. Pelo contrário, eu tenho dito que o momento exige união. E, princialmente, exige que todos nós estejamos trabalhando pelo Piauí, independente de partido, ou de ideologia”, conta Ciro.

O senador diz ainda que apesar da declaração de Wellington, segue firme trabalhando pelo estado e que continua à disposição do governo do petista “para trazer os benefícios que o Piauí tanto precisa”

 

Ver essa foto no Instagram

 

O rompimento anunciado unilateralmente pelo governador Wellington Dias com o Progressistas deu-se depois de uma reunião em que eu disse que o momento exige união. Independente de partidos ou ideologias, meu foco é e sempre será o Piauí. Tem sido assim sempre. Agora mesmo, a aproximação com o presidente Bolsonaro é benéfica e se traduz em recursos para o estado, em momento especialmente difícil de crise econômica e de saúde. Seguirei trabalhando pelo Piauí, ajudando o governo, mas mais livre para fiscalizar e apontar gastos excessivos da administração estadual. Sigo em frente, trabalhando cada vez mais pelo Piauí e pelos piauienses. #SenadorDoPiauí #TrabalhoPeloPiauí #Piauí #Progressistas #CiroNogueira

Uma publicação compartilhada por Ciro Nogueira (@cironogueira) em

Por: 180graus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *