Com gol no fim do jaicoense Hércules, Fortaleza bate Flamengo no Maracanã e vence primeira na Série A; vídeo!

Tricolor apostou em um meio de campo com mais marcação e contra-ataques rápido e a execução foi bem feita. Robson e Hércules marcaram para o Leão, enquanto Everton Ribeiro descontou para os cariocas

A primeira vitória do Fortaleza na Série A do Brasileiro saiu em um Maracanã lotado, com 63 mil rubro-negros na arquibancada. Com gol do jovem natural da cidade de Jaicós, no Piauí, Hércules, já nos acréscimos, o Tricolor venceu o Flamengo por 2 a 1.

O placar conquistado pelo Leão foi fruto de uma estratégia bem executada e muita persistência. Apesar dos três pontos não retirarem o time da lanterna do campeonato, o resultado dá confiança para os próximos jogos e a reação tão esperada pelos tricolores foi finalmente iniciada.

Robson foi autor do gol que abriu o placar para o Fortaleza no duelo contra o Flamengo. (foto: Vinícius Palheta/Fortaleza EC)Robson foi autor do gol que abriu o placar para o Fortaleza no duelo contra o Flamengo. (foto: Vinícius Palheta/Fortaleza EC)

O Jogo

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Com três volantes no meio de campo e um ataque mais rápido, formado por Robson e Romarinho, o Fortaleza fez um jogo de muita marcação, recuperação de bola e contra-ataque rápido no primeiro tempo.

O Tricolor explorava bastante o lado esquerdo do Flamengo, principalmente com bolas longas. A primeira nasceu com uma interceptação de Juninho Capixaba, ainda no campo de defesa, e um lançamento rasteiro para Robson na sequência. O camisa 7 do Leão saiu cara a cara com Hugo e finalizou de pé direito, mas acertou a trave.

Mais tarde, aos 23, do mesmo lado, Pikachu lançou a bola para Romarinho, por cima da defesa, e o camisa 11 teve a mesma oportunidade que o companheiro de ataque. Ele também desperdiçou, acertando a rede pelo lado de fora.

Na terceira chance clara, porém, o gol saiu. Aos 27 minutos, William Arão deu passe curto demais no campo de defesa e Jussa avançou e roubou, já partindo para a grande área. O volante serviu Robson, que de frente para o goleiro rubro-negro, dessa vez, acertou o chute.

O Leão ainda teve outras oportunidades, menos claras, que Hugo defendeu. Com 9 desarmes e 3 interceptações corretas, junto de 36 rebatidas, somente na primeira etapa, o Leão destruía as investidas do Flamengo e conseguia gerar oportunidades para marcar gols.

O Urubu, praticamente, havia tido uma chance nos primeiros 45 minutos, com Everton Ribeiro, emendando um rebote que nasceu de uma “bate-cabeça” entre Boeck e Juninho Capixaba, quando o goleiro subiu para segurar uma bola e o ala-esquerda para cabecear.

A equipe carioca tinha mais posse de bola, no entanto, e chegava bastante. No minuto 49, após um cruzamento de João Gomes, da esquerda, Everton Ribeiro finalizou de primeira, rasteiro, e acertou o canto esquerdo de Boeck.

O tento foi importante para o Flamengo, que estava sendo vaiado pelos torcedores presentes. Com a confiança restabelecida, o time de Paulo Sousa foi o primeiro a atacar na volta para o segundo tempo e Pedro acabou derrubado por Landázuri na grande área. Com a ajuda do VAR, o árbitro marcou a penalidade. O próprio centroavante fez a cobrança e mandou na trave.

Apesar do Flamengo continuar com mais posse de bola, os ataques se revezavam. As duas equipes chegavam na grande área uma da outra, mas as finalizações eram travadas ou sem direção correta. Paulo Sousa e Vojvoda resolveram mudar. No Rubro-Negro, entraram David, Luiz, Vitinho e Thiago Maia. No Tricolor, Hércules e Moisés.

Aos 22 minutos, Vitinho apareceu livre na pequena área para cabecear uma bola cruzada, mas Boeck estava atento e defendeu. Três minutos depois, foi a vez de Hércules, que aproveitou levantamento de Zé Welison, na pequena área, desviou de pé direito, mas viu Ayrton Lucas evitar o gol.

O poder de desarme e marcação do Tricolor já não era o mesmo do primeiro tempo e a equipe carioca tinha mais espaços para arriscar o chute. Aos 31, Matheuzinho experimentou de fora da área e arrancou um “grito de quase” dos torcedores. Nos cruzamentos, Marcelo Boeck segurava todas.

O jogo se encaminhava para o empate, mas aos 46 minutos, em mais uma jogada de bola longa, Moisés recebeu, invadiu a área quase pela linha de fundo e finalizou para a defesa de Hugo. No rebote, Hércules, pegou de primeira e fez o gol da primeira vitória do Fortaleza na Série A do Brasileiro.

Melhores momentos:

Ficha Técnica

Flamengo 1×2 Fortaleza

Flamengo
4-3-3
Hugo; Matheuzinho, Rodrigo Caio, Pablo (David Luiz), Ayrton Lucas; W. Arão (Vitinho), João Gomes (Thiago Maia), E. Ribeiro (Lázaro); Andreas, B. Henrique, Pedro. Téc: Paulo Sousa

Fortaleza
3-5-2
Marcelo Boeck; Landázuri, Benevenuto, Titi; Pikachu, Jussa (L. Crispim), Zé Welison, Ronald (Hércules), J. Capixaba; Romarinho (Moisés), Robson. Téc: Vojvoda

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro-RJ
Data: 5/6/2022
Horário: 16 horas
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden-RS
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi-RS e José Eduardo Calza-RS
VAR: Emerson de Almeida Ferreira-MG
Cartões amarelos: Pablo, David Luiz, B Henrique (FLA) Ronald, Landázuri, Capixaba (FOR)
Gols: 27min/1T – Robson; 49min/1T – Everton Ribeiro; 46min/2T – Hércules
Público: 63.975 (59.294 pagantes)
Renda: R$ 2.484.322

 

Com informações do O Povo

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.