Começa greve de ônibus em Teresina e Strans cadastra ônibus alternativos

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) está cadastrando motoristas de veículos alternativos para circular durante a greve de ônibus deflagrada nesta terça-feira (13). Segundo Weldon Bandeira, superintendente da pasta, até agora há 57 ônibus, micro-ônibus e vans cadastrados.

Ele explica que a Strans foi surpreendida com o comunicado da greve no fim da semana passada. Weldon Bandeira conta que foram enviados fiscais às garagens de ônibus para que seja mantido o funcionamento de 70% do transporte público no horário de pico.

“Tínhamos uma ordem de serviço, da última semana, de 180 veículos e, de acordo com determinação do Ministério Público do Trabalho, da última greve, 70% deverá rodar no horário de pico, de 6h às 9h e de 16h às 19h. Isso também será reforçado com o novo cadastramento que já está aberto. Não temos um limite. Passaremos o dia disponíveis para cadastros que devem seguir requisitos como o licenciamento em dia, questão da segurança, habilitação do motoristas, entre outros requisitos”, explica Bandeira.

Nos ônibus alternativos deve ser cobrado R$ 4, preço normal da passagem.

Por meio de nota, o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários (Sintetro) reinvindica plano de saúde, ticket alimentação, o cumprimento dos 30% da MP 936/2020, melhores condições de trabalho, pontos de apoio com condições adequadas no final de linhas, EPIs como máscaras, álcool em gel, proteção com tela de película ao lado do motorista e na frente dos cobradores, bem como satinização dos ônibus.

Graciane Sousa

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *