Contrariando decretos, empresários decidem retomar atividades comerciais hoje, em Teresina

O presidente da Fecomércio, Valdeci Cavalcante, afirmou que 14 advogados estão à disposição dos empresários que precisarem.

Contrariando decretos do governo do Estado e da Prefeitura de Teresina, empresários do setor do Comércio e da Construção Civil devem começar a retomar as atividades a partir desta quarta-feira (27). A informação foi confirmada pelo presidente da Fecomércio no Piauí, Valdeci Cavalcante, que esteve reunido ontem (26) com representantes do setor.

De acordo com ele, a decisão de retomar as atividades partiu dos próprios empresários, que alegam dificuldades ocasionadas pelo longo período de inatividade, por conta dos decretos de isolamento. A reabertura deve começar pelos comerciantes da periferia de Teresina.

“Não é coragem, é desespero mesmo. No Centro não adianta abrir, porque não vai ninguém, mas quem está na periferia vai abrir. Se multar, eles não vão pagar a multa; se cassar o alvará, eles vão continuar abrindo, porque já estão quebrados e falidos, então vão vender o que tem nas prateleiras, para ir comendo. Não dá mais para esperar, não tem como”, disse Valdeci Cavalcante.

Valdeci Cavalcante será empossado na APL nesta quinta-feira - GP1
O presidente da Fecomércio diz que não é ato de coragem, mas sim, de necessidade.

O Governo do Piauí anunciou recentemente a prorrogação do decreto que suspende todas as atividades comerciais até o próximo dia 07 de junho. Em Teresina, a suspensão permanece por tempo indeterminado.

Para Valdeci Cavalcante, as medidas de isolamento, iniciadas em março, não trouxeram resultados efetivos. “Já são 70 dias e nada foi feito. O isolamento foi adotado para que o governo e prefeitura se preparassem para a pandemia, mas não foi feito nada”, disparou o presidente da Fecomércio. Um grupo de 14 advogados, contratados pela Federação do Comércio, foi colocado à disposição dos empresários que enfrentarem dificuldades na retomada das atividades.

Por: Natanael Souza, do Jornal O Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *