Convencionais barram candidaturas de Creusa Nunes e Raniery Lima

Vetados pelos partidos aos quais são filiados, os dois não concorrerão às eleições municipais deste ano.

POR JOSÉ MARIA BARROS/INFORMA PICOS

Seguindo o que determina o estatuto das duas agremiações, os convencionais do MDB e do PCdoB barraram, respectivamente, as candidaturas a vereador de Maria Creusa Nunes Barbosa e de Raniery Dantas Lima, este sobrinho do atual prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima (PT).

A decisão foi tomada na noite deste sábado, 12 de setembro, data da convenção conjunta dos partidos do PT, MDB, PCdoB e PL que homologou as candidaturas a prefeito de Picos do empresário Francisco da Costa Araújo Filho, o Araujinho (PT) e de vice do médico Gutenberg de Moura Rocha (MDB).

Enquanto acontecia a convenção partidária na quadra de esportes do Colégio Santa Rita, os diretórios municipais do MDB e do PCdoB se reuniram em locais diferentes para decidir, no voto, o destino das candidaturas a vereador de Creusa Nunes (MDB) e de Raniery Lima (PCdoB).

Depois de muita expectativa, o resultado saiu por volta das 22 horas. Por 44 votos contra e seis a favor, o diretório municipal do MDB decidiu barrar a candidatura da suplente de vereadora Creusa Nunes. Foram homologados então os nomes de 23 candidatos pela legenda.

Já o PCdoB decidiu por 14 votos contra e sete a favor barrar a candidatura a vereador do ex-tesoureiro da Prefeitura de Picos, Raniery Lima. A legenda lançou então 16 candidatos ao legislativo picoense.

Diante da decisão, os advogados de Creusa Nunes e Raniery Lima anunciariam que vão recorrer. No entanto, por enquanto os dois estão fora da disputa.

Motivação

Tanto Creusa Nunes, como Raniery Lima, permaneceram na base de apoio do prefeito de Picos, Padre Walmir (PT), quando este rompeu politicamente com o então pré-candidato ao Palácio Coelho Rodrigues, empresário Francisco da Costa Araújo Filho , o Araujinho (PT).

Como os dois partidos fecharam questão em torno do nome do empresário Araujinho e, tanto Creusa Nunes, como Raniery Lima não acompanharam a decisão, os convencionais resolveram que ambos não teriam legenda para concorrer a uma vaga na Câmara de Picos.

Além de Raniery Lima, o PCdoB também barrou a candidatura à vereadora de Francilene, esposa do secretário municipal de Obras, Habitação e Urbanismo de Picos, Reginaldo Osvaldo.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *