Cristiano Ronaldo dá chilique e empurrão, mas Al-Nassr avança à Liga dos Campeões da Ásia

Cristiano Ronaldo poderia amargar sua primeira expulsão pelo Al-Nassr nesta terça-feira. O português ficou bastante irritado com a arbitragem do jogo entre sua equipe e o Shabab Al Ahli, dos Emirados Árabes, que valeu vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões da Ásia após vitória sofrida, com virada nos acréscimos, por 4 a 2.

Irritado com a não marcação de três pênaltis, todos “sofridos” por ele, o português esbravejou para cima do árbitro no intervalo, colocando o dedo no olho como se o chinês Fu Ming não estivesse enxergando.

O chilique do português seguiu na saída da equipe do gramado para o descanso, com placar igual em 1 a 1. Cristiano Ronaldo saiu gritando e ainda empurrou uma pessoa que estava do lado de fora do gramado tentando fazer uma foto com ele.

O Al-Nassr até começou melhor a partida em seus domínios e abriu o placar com Anderson Talisca, de cabeça, aos 11 minutos. A comemoração durou pouco, com Al Ghassani empatando pouco depois.

O gol deixou o time de Luis Castro perdido em campo e Cristiano Ronaldo iniciou sua “caça” ao pênalti.

O camisa 7 caiu duas vezes na área em lances considerados normais pelo árbitro chinês. A bronca maior do atacante veio quando deu um voleio e a bola resvalou no braço de um marcador. Apesar de bronca mais excessiva, nada anotado.

A pausa do intervalo veio com Cristiano Ronaldo extremamente irritado. Ele partiu para cima do chinês e reclamou bastante. Até insinuou que o árbitro não estaria enxergando.

Foi retirado do campo por companheiros e ainda mostrou toda sua ira com uma pessoa que tentava bater uma selfie com o jogador. Desferiu um duro empurrão.

A partida que estava complicada ganhou conotação de drama com a virada dos visitantes no Parque Al-Awwal, em Riad, em belo gol de cavadinha de Al Ghassani, logo no primeiro minuto da etapa final.

Os árabes então se fecharam para segurar o resultado e conseguiram até os 43 minutos do segundo tempo, quando Alganham empatou, de cabeça. Também de cabeça, o brasileiro Anderson Talisca apareceu na área para se tornar o herói do jogo ao decretar a virada, aos 50.

Ainda deu tempo para Cristiano Ronaldo serviu Brozovic, aos 52. O croata bateu forte da entrada da área para fechar a dura classificação.

“Jogo difícil, mas o importante é vencer e se classificar para a Liga dos Campeões da AFC. Acreditamos sempre até o fim e nunca desistimos”, celebrou Cristiano Ronaldo, mais aliviado no fim do jogo. Anderson Talisca, com beijinho em seu rosto, dedicou a vaga ao português.


Fonte: Estadão Conteúdo


WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Portal Saiba Mais