Deputados exigem prisão de homem que matou prefeito a tiros em cidade do Piauí

Os deputados estaduais Júlio Arcoverde (Progressistas) e Henrique Pires (MDB) pediram, nesta terça-feira (30/11), na Assembleia Legislativa do Piauí que o assassino do ex-prefeito de Madeiro, Zé Filho, seja preso e não fique impune.

 Felipe Seixas, afilhado e ex-aliado político do prefeito morto, é apontado como autor dos disparos que matou Zé Filho durante uma partida de futebol no município.

Júlio Arcoverde fez um apelo ao governador Wellington Dias e ao Comando Geral da Polícia Militar do Piauí para que adotem providências visando prender o autor do homicídio.

Júlio Arcoverde disse que compareceu ao velório do ex-prefeito Zé Filho e que estava solidário com a população de Madeiro, assinalando que continuará apoiando aquele município da região Norte do estado.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (MDB), disse que o governador Wellington Dias já autorizou as providências para a captura do assassino de Zé Filho.

O deputado Henrique Pires chamou de ‘acinte’ à classe política não só do Piauí, mas do Brasil, o crime praticado contra o ex-prefeito de Madeiro e afirmou que a Polícia Federal e a Força Nacional deveriam participar das buscas do homicida que se encontra foragido.

Em seguida, o deputado Coronel Carlos Augusto (PL) garantiu que não haverá necessidade de convocação de forças federais e que o assassino será preso. Ele criticou o Governo Federal pela falta de recursos para a segurança pública, bem como defendeu a prisão perpétua para os que cometem homicídios.


Fonte: Alepi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.