Política

Dr. Pessoa perdeu cerca de 60% da base de apoio na Câmara de Teresina em 3 anos

O desgaste na relação política entre o prefeito e seus apoiadores foi uma das principais causas para a debandada de vereadores rumo à oposição

Pré-candidato à reeleição, o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (PRD), perdeu 60,87% da base de apoio na Câmara Municipal ao longo dos últimos três anos de gestão. O grupo, que chegou a contar com 23 vereadores em 2021 após as eleições, hoje é composto por nove parlamentares dos 29 que compõem a Casa.

O desgaste na relação política entre o prefeito e seus apoiadores foi uma das principais causas para a debandada de vereadores rumo à oposição. Com a proximidade do pleito, a Câmara Municipal se dividiu entre quatro pré-candidatos à Prefeitura de Teresina.

Dr. Pessoa

Apesar do enfraquecimento político em ano eleitoral, Dr. Pessoa ainda resguarda força na Câmara de Teresina: são nove vereadores aliados, o que representa aproximadamente 31% do Legislativo. Desse total, sete são filiados ao PRD, mesma sigla partidária do prefeito.

Na sessão extraordinária, realizada no dia 4 de abril, o grupo de aliados ao Palácio da Cidade conseguiu manter o veto imposto pelo prefeito Dr. Pessoa sobre o reajuste de 20,8% nos salários dos professores da rede municipal de ensino. O resultado da votação foi visto como vitória para a Prefeitura.

O grupo de aliados é formado pelos vereadores:

  1. Alan Brandão (PRD);
  2. Renato Berger (PRD);
  3. Bruno Vilarinho (PRD);
  4. Capitão Roberval Queiroz (PRD);
  5. Leonardo Eulálio (PL);
  6. Valdemir Virgino (PRD);
  7. Luís André (PL);
  8. Markim Costa (PRD);
  9. Levino de Jesus (PRD).

Fábio Novo

O deputado Fábio Novo (PT) tem maioria no Parlamento – com 15 vereadores – representando 51,7% do Legislativo. A vereadora Teresinha Medeiros é a adesão mais recente ao bloco liderado pelo PT. Para selar a aliança, Teresinha Medeiros se filiou ao MDB e vai disputar a reeleição.

O bloco, liderado pelo PT, também é composto por PDT, MDB, Solidariedade e PSD, que têm representatividade na Câmara de Teresina. Veja a lista abaixo:

  1. Deolindo Moura (PT);
  2. Dudu Borges (PT);
  3. Elzuila Calisto (PT);
  4. Enzo Samuel (PDT);
  5. Evandro Hidd (PDT);
  6. Fernanda Gomes (Solidariedade);
  7. Gustavo de Carvalho (PT);
  8. Joaquim Caldas (MDB);
  9. Luiz Lobão (MDB);
  10. Pollyanna Rocha (PT);
  11. Zé Nito (MDB);
  12. Teresinha Medeiros (MDB);
  13. Venâncio Cardoso (PT);
  14. Vinício Ferreira (PSD);
  15. Neto do Angelim (PV).
Deputado estadual Fábio Novo (Foto: Jonas Carvalho/ Portal ClubeNews)

Sílvio Mendes

O ex-prefeito de Teresina, Silvio Mendes (União Brasil), é o terceiro colocado em número de apoios. São apenas quatro vereadores aliados, somando 13,79% da Câmara.

A adesão mais recente foi a do vereador Paulo Lopes, que deixou o PSDB para se filiar ao União Brasil, mesmo partido de Silvio Mendes. O grupo compõe a aliança política com o Progressistas e o Republicanos. Veja a lista abaixo:

  1. Aluísio Sampaio (Progressistas);
  2. Ismael Silva (Progressistas);
  3. Thanandra Sarapatinhas (Republicanos);
  4. Paulo Lopes (União Brasil).
Sílvio Mendes (Foto: Jonas Carvalho/ Portal ClubeNews)

João Vicente Claudino

O empresário e ex-senador da República, João Vicente Claudino (PSDB), tem somente o apoio do vereador de Teresina, Edson Melo, presidente do diretório municipal do PSDB.

O grupo tucano, que chegou a ter quatro vereadores em Teresina, sofreu forte desidratação no decorrer dos últimos anos e chega para a disputa na capital com apenas um parlamentar.

João Vicente Claudino (Foto: Jonas Carvalho/ Portal ClubeNews)

Fonte: Jonas Carvalho/Portal Clube News


WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal Saiba Mais