Estudante do IFPI de Paulistana ganha medalha de ouro na olimpíada de agropecuária na Coréia do Sul

Estudante piauiense, filho de um agricultor e de uma agricultora do município de Acauã/PI, semiárido piauiense, do instituto Federal do Piauí (IFPI), ganhou Medalha de Ouro na Olimpíada Brasileira de Agropecuária e brilha em Daegu – Coréia do Sul, representando o Piauí.

 
 
 
O aluno Ednaldo de Sousa é  do curso integrado em Agropecuária do Campus Paulistana/pi e foi recebido pelo reitor Paulo Henrique Gomes de Lima nessa quarta-feira, acompanhado pelo diretor geral do campus, Washington Soares, diretor de ensino, Francisco Raimundo de Souza Neto e pelo professor de agropecuária e zootecnia, Wandemberg Rocha. O estudante  também representou o Brasil na 13th International Earth Science Olympiad (IESO 2019) em Daegu, Coreia do Sul.
 
 
Ednaldo foi selecionado em fevereiro desse ano para compor a equipe de representantes que será composta ainda pelos estudantes do Campus Muzambinho do Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS), Mauro Aparecido Ambrósio Filho e Guilherme Teixeira Simões; e o egresso do Campus Uberaba do Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM), Luís Eduardo Freitas. Ednaldo integrou, em 2018, a equipe AGROFORTE, coordenada pelo professor Wandemberg Rocha Freitas, composta ainda pelos estudantes Andreia de Sousa e Wilson da Paixão. A equipe conquistou a 3ª colocação na Olimpíada Brasileira de Agropecuária, realizada pelo IFSULDEMINAS, e garantiu vaga na seletiva internacional.
 
Para o estudante, essa será uma experiência de extrema importância, que possibilitará conhecer uma realidade diferente, além de jovens do mundo inteiro que,  como ele, gostam de ciência. “Tive uma oportunidade que não imaginada, de ter educação de qualidade. O IFPI abriu muitas portas pra mim”, conclui Ednaldo.
 
De acordo com o reitor do IFPI, a oportunidade aproveitada pelo estudante serve de exemplo e motiva os demais alunos.
 
A IESO 2019 é destinada a alunos do ensino médio, e testa os conhecimentos dos estudantes em matérias como geologia, meteorologia, ciência ambiental, astronomia terrestre e outros.
 
 
 
Fonte: Meio Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *