Estudo comprova transmissão da covid-19 em ambientes fechados

Um estudo realizado por pesquisadores chineses publicado na terça-feira (1º/08) na revista científica JAMA Internal Medicine traz novas evidências de que o novo coronavírus se propaga em ambientes fechados. A reportagem é do R7.

Os pesquisadores analisaram um surto na província de Zhejiang, na China. Um único passageiro infectado transmitiu a doença para 23 pessoas durante uma viagem de uma hora e meia em um ônibus fechado com ar-condicionado. Em outro ônibus, que fazia o mesmo trajeto, não houve contaminações.

Dos 128 participantes, 15 (11,7%) eram homens e 113 (88,3%), mulheres, com média de idade de 58 anos; 68 pessoas, o que corresponde a 35,3% (incluindo o paciente inicial) receberam o diagnóstico de covid-19 após a viagem de ônibus.

Paralelamente, nenhum dos 60 indivíduos do outro ônibus foi infectado. Entre as outras 172 pessoas no evento para o qual os ônibus se dirigiam, 7 receberam posteriormente o diagnóstico da doença.

A viagem foi realizada em 19 de janeiro e apenas alguns passageiros usavam máscara, pois seu uso ainda não era obrigatório.

O estudo afirma que o ar-condicionado, que promove a circulação do ar dentro de um ambiente, contribuiu para a transmissão do vírus, espalhando gotículas de saliva no ônibus.

Manter a distância de dois metros, que está entre as medidas de segurança para a não propagação do vírus, não seria suficiente em locais sem ventilação para evitar o contágio do novo coronavírus, que, segundo a pesquisa, é altamente transmissível em ambientes fechados com recirculação de ar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *