FFP fará vistoria no estádio de Picos e equipe pode não mandar partidas no Helvídio Nunes

A equipe de Picos irá disputar a Série B do Piauiense e corre contra o tempo para tentar se organizar mirando a competição. O time definiu que o técnico Felipe Sousa que atualmente comanda o elenco sub20 irá também trabalhar à frente do profissional. A segunda divisão começa no dia 20 de agosto e cinco equipes irão brigar por duas vagas na Série A do Piauiense 2023.

A base do grupo serão os atletas que atualmente disputam o Piauiense Sub20. “É essa prata da casa a gente sabe que é muito forte, pois fomos vice-campeões em 2020 com 70% de jogadores da casa e vamos trazer de novo essa base, dar estrutura para essa garotada para conseguir esse acesso”, frisou o presidente da SEP, João Vitor.

A comissão técnica que vem trabalhando nas categorias de base, no caso, sub17 e sub20 foi ‘promovida’ e vai trabalhar também na segunda divisão.

“Eu e minha comissão inteira fizemos um grande trabalho na categoria sub17 e agora a gente vem brigando na ponta também no sub20 e o que a gente vai ter nessa fase de transição é muito empenho, muito trabalho, muita dedicação”, disse o técnico Felipe Sousa.

Uma das preocupações da equipe da cidade de Picos é onde irá mandar seus jogos, pois atualmente o estádio da cidade Helvídio Nunes precisa passar por algumas reformas. A federação fará uma vistoria no estádio na próxima terça-feira (26) e também vai conversar com o prefeito de Picos sobre possíveis reparos e a partir daí será definido se o time irá mandar seus jogos na cidade de Picos ou precisará ir até a cidade vizinha de Oeiras.

Picos, Piauí, Comercial, Tiradentes e Ferroviário irão disputar a Série B do Piauiense 2022. A competição inicia dia 20 de agosto, em turno único. Semifinal em dois jogos e grande final apenas uma partida. Os finalistas garantem o acesso.

Pâmella Maranhão/Cidade Verde

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.