Firmino vê chance de ‘lockdown’, bloqueio total, em Teresina: ‘Vamos iniciar o debate’

Prefeito de Teresina afirma que medida mais radical para proibir circulação de pessoas e carros na capital do Piauí pode ser o caminho para evitar disparada da Covid-19. Trânsito da cidade já terá fechamento de ruas de acesso ao Centro.

Por Josiel Martins e Marcos Teixeira, G1 PI e TV Clube

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), levantou a possibilidade de ter “lockdown”, o bloqueio total de circulação de pessoas mais restritivo que o isolamento social, na capital do Piauí.

Em entrevista nesta quarta-feira (6) à TV Clube, Firmino disse que essa medida, mais rígida para conter o avanço de casos de coronavírus, será avaliada caso os índices de isolamento social se mantenham em queda.

Na última terça (5), a quantidade de pessoas em casa atingiu o menor nível, 39%, em Teresina. Caso essa tendência de queda continue e o número de infectados por coronavírus aumente, Firmino Filho afirmou que o “lockdown” pode ser usado na cidade.

“Vamos iniciar o processo de debate sobre o eventual lockdown em maio”, comentou Firmino, completando que aguarda os resultados de dados sobre a Covid-19 deste fim de semana e, se continuar o “cenário de deterioração”, o bloqueio total de circulação de pessoas e carros pode ser uma medida radical a ser pensada.

Firmino explicou que o lockdown não é de responsabilidade da prefeitura, mas sim de uma decisão da Justiça ou do governo do Piauí, que têm amparos legais de determinar o bloqueio.

Teresina tem confirmados 540 casos de coronavírus, contudo uma pesquisa por amostragem feita pela prefeitura estima mais de 12 mil pessoas infectadas. E esse dado tem gerado um “ambiente assustador”, avaliou Firmino. A cada semana, aumenta em 60% a quantidade de doentes por Covid-19 na capital.

Ruas de acesso ao Centro fechadas

Firmino Filho anunciou medidas mais duras para quem desobedecer ao decreto de isolamento social, principalmente, os comerciantes de atividades não essenciais que insistem em manter o funcionamento de lojas. O bloqueio de ruas e acessos ao Centro da cidade também é estudado pela prefeitura.

“Vamos ter medidas mais duras para dificultar o trânsito, o acesso ao centro e a saída de várias regiões, fechar ruas e avenidas. Os comerciantes que desrespeitam vão ter a suspensão de atividades quando o comércio retornar e em casos reincidentes até o alvará de funcionamento será suspenso”, disse Firmino.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *