Jogador Neymar fala sobre vaias no PSG e na seleção

O atacante Neymar, do PSG e da seleção brasileira, contou durante uma live com Diego Ribas, do Flamengo, no Instagram, como lida com as vaias que recebe da própria torcida em diferentes situações.

Foto – Lucas Figueiredo | CBF

O camisa 10 do time francês admitiu que esse tipo de situação o deixa triste, e disse que buscou forças ao pensar no carinho de amigos e familiares durante toda a sua carreira.

Neymar ponderou ainda que, quando a torcida está a seu favor, ele tem um elemento a mais para se fortalecer em campo, mas avaliou que, como o ânimo dos fãs pode mudar, precisa se apegar a sentimentos que não mudam, como de sua família.

“Ninguém gosta de ser vaiado, ainda mais jogando em casa. É chato, é triste. Já aconteceu comigo aqui no PSG, na seleção e fiquei triste. Não fiquei confortável, mas tive que buscar força de algum lugar. Aí, vem tudo o que você viveu até aquele momento”, declarou Neymar.

“Lembrei da minha infância, das pessoas que me ajudaram. Eu penso em jogar por quem está torcendo por mim de verdade, não por quem está me vaiando. Eu sei que meu filho está torcendo, minha família. Por que me abater com as vaias?

Tem jogo que a gente joga para torcida, quando está tudo bem. A gente dá show. Mas tem dia, nos momentos ruins, que tem que se apegar à família. Nesses momentos de vaia, meus pensamentos sempre foram para a família”, completou.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *