Justiça torna réus acusados de matar jovem encontrado carbonizado em Francisco Macêdo; crueldade’, diz irmã da vítima

Um dos acusados está preso preventivamente e o outro segue foragido. Família da vítima vem realizando manifestações clamando por justiça.

A Justiça aceitou denúncia do Ministério Público do Piauí (MP-PI) e tornou réus Fernando Feitosa de Sousa e Leonardo Francisco de Carvalho pelo assassinato de Ezequiel Erenildo Rodrigues, de 27 anos. O jovem foi encontrado carbonizado na Zona Rural de Francisco Macedo, município a 335 km ao Sul de Teresina, em abril deste ano.

A polícia indiciou também Francislauro do Reis Moraes como partícipe do homicídio. Ele teria emprestado a arma de fogo utilizada no crime para Leonardo uma semana antes. A Justiça incluiu o acusado no processo.

O delegado Juarez Paiva informou que o crime foi motivado por ciúmes. Após ser elucidado, o caso foi encaminhado à Vara Única da Comarca de Padre Marcos.

“Os trabalhos da polícia judiciária foram concluídos. Se houver outra diligência requerida pelo Ministério Público, durante o curso do processo, iremos, certamente realizar”, afirmou o delegado.

Fernando está preso preventivamente, mas Leonardo segue foragido.

Família pede justiça

 

Família realizam manifestações e pedem justiça — Foto: Reprodução

Família realizam manifestações e pedem justiça — Foto: Reprodução

Desde o dia do crime, a família de Ezequiel Erenildo vem realizando manifestações clamando por justiça. Os protestos aconteceram nos municípios de Marcolândia e Simões, nos dias 2 de junho e 12 de julho.

“O desejo da família de Ezequiel é justiça por tamanha crueldade. Ezequiel era uma pessoa muito especial, por onde ele passava, todos gostavam dele, do seu jeito de ser, tinha muitos amigos”, declarou a irmã da vítima, Mariza Rodrigues.


Fonte: Ilanna Serena e Laura Moura, TV Clube/ g1 PI


WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Portal Saiba Mais