Laboratório Sobral é obrigado a demitir 350 empregados em Floriano

O Laboratório Sobral, de Floriano (240 km de Teresina) parou suas atividades e promoveu demissão em massa de 350 empregados.

O Laboratório Sobral promoveu demissão em massa porque deixou de ser fiscalizado, após o início do governo do presidente Jair Bolsonaro, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) local e passou a ser fiscalizado pela Anvisa Nacional , que exigiu padrões internacionais, que demoram ser atendidos.

O Laboratório se pronunciou por meio de nota, confira:

Fonte: meionorte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *