Márcio França deve assumir novo ministério para abrir espaço ao centrão

O ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, deve deixar o comando da pasta na reforma ministerial que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai fazer para acomodar mais partidos do centrão. Segundo fontes ouvidas pelo R7, a tendência é que França seja realocado para um novo ministério a ser criado por Lula. A pasta vai cuidar de pequenas e médias empresas, cooperativas e empreendedores individuais.

França tratou do assunto com Lula durante uma reunião na terça-feira (5). O presidente sinalizou ao ministro que vai precisar fazer a troca para concluir a reforma prometida por ele desde julho, mas que, até hoje, não saiu do papel. O novo ministro de Portos e Aeroportos deverá ser o deputado Silvio Costa Filho (Republicanos-PE).

A reportagem apurou que a mudança envolvendo França não foi bem recebida pelo partido dele, o PSB. A legenda está à frente de outros dois ministérios (Justiça e Segurança Pública, com Flávio Dino; e Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, com Geraldo Alckmin) e se sentiu desprestigiada pelo presidente. Nesta quarta-feira (6), dirigentes do PSB devem se reunir para discutir a troca proposta por Lula.

Em meio às negociações, Lula mudou a agenda dele desta quarta para tentar fechar a reforma ministerial. O presidente teria compromissos no Palácio do Planalto e na sede da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), mas decidiu ficar o dia inteiro no Palácio da Alvorada para tratar sobre a reforma.

Ao longo da manhã, o presidente conversou com os ministros da Casa Civil, Rui Costa, e da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, os principais articuladores políticos do governo com o Congresso Nacional.

Outro ponto que Lula precisa definir é a situação do PP. Segundo apuração do R7, o presidente ofereceu ao partido o comando do Ministério do Esporte. Para assumir a pasta, no entanto, o PP exigiu que o orçamento para o ano que vem seja ampliado e também pediu que o ministério tenha novas secretarias.

Na terça-feira (5), Lula teve um encontro com a ministra do Esporte, Ana Moser, e a avisou sobre a negociação com o PP. O presidente disse que a ministra seria demitida para abrir espaço ao partido.


Fonte:  Augusto Fernandes, do R7, em Brasília


WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Portal Saiba Mais