Maycon faz dois, Corinthians bate o Boca e assume liderança na Libertadores

Pressionado depois de uma derrota expressiva no Dérbi do último fim de semana, o Corinthians encarou o Boca Juniors na noite desta terça-feira (26) e venceu com propriedade os argentinos na Neo Química Arena, por 2 a 0, com gols do volante Maycon.

De quebra, o clube alvinegro se recuperou no Grupo E da Copa Libertadores e assumiu a liderança da chave com seis pontos ganhos após a disputa das três primeiras rodadas.

Sem o técnico Vítor Pereira, diagnosticado com Covid-19 e afastado do trabalho para cuidar da saúde, o Corinthians foi dirigido pelo auxiliar Filipe Almeida.

Durante os 90 minutos da partida, a equipe demonstrou muita vontade nas divididas e logo nos minutos iniciais do confronto saiu em vantagem. Mesmo com uma atuação irregular no segundo tempo, o time alvinegro fechou a conta com Maycon aproveitando rebote dentro da área.

Com a vitória diante dos mais de 44 mil torcedores que pagaram ingresso, o Corinthians chegou aos seis pontos ganhos no Grupo E e assumiu a liderança da chave.

O Boca Juniors segue com três pontos e, neste momento, é o lanterna. Na quinta (28), Always Ready e Deportivo Cali se enfrentam na Bolívia e fecham a terceira rodada.

No intervalo da partida, a Polícia Militar prendeu um torcedor do Boca Juniors após ter imitado um macaco na direção dos corintianos. Os policiais retiraram o argentino do setor sul da Neo Química Arena e foram acompanhados por dois torcedores do Corinthians, que prestaram depoimento.

O duelo com o Boca Juniors marcou a estreia da nova camisa 1 do Corinthians, que será utilizada até o fim do Campeonato Paulista do ano que vem. Assinada pela Nike, a coleção faz referência ao ano de 2012, quando o clube alvinegro conquistou os títulos da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes.

O Corinthians deu pouquíssimo tempo para o Boca Juniors respirar na Neo Química Arena. Com um início de jogo veloz e com a marcação alta, o time paulista precisou de apenas quatro minutos para abrir o placar. A jogada iniciou com Renato Augusto no meio de campo, que encontrou Fagner aberto no lado direito.

Livre de marcação, o lateral dominou a bola, levantou a cabeça e cruzou na medida para Maycon cabecear no chão e colocar o time alvinegro em vantagem.

Com o gol de vantagem, o auxiliar Filipe Almeida optou em mudar a tática do Corinthians ainda no primeiro tempo. O clube alvinegro desceu sua linha de marcação e apostou no contra-ataque em velocidade. Bem postada, a equipe da casa não deu espaço ao Boca Juniors e pouco sofreu defensivamente.

Em um lance protagonizado por Jô, o garoto Adson saiu na cara do goleiro Javier García, mas perdeu tempo na hora de finalizar e desperdiçou uma excelente oportunidade de gol.

Mesmo com o jogo controlado, o Corinthians caiu na pilha dos argentinos e, em apenas cinco minutos, recebeu quatro cartões amarelos (Fagner, Raul Gustavo, Renato Augusto e Du Queiroz). Os argentinos também foram amarelos com Medina em um momento nervoso da partida ainda em seu primeiro tempo.

O Corinthians volta a campo no próximo domingo (1º) para enfrentar o Fortaleza em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O Boca joga um dia antes, diante do Barracas Central, pelo Campeonato Argentino.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.