Mulher é presa após matar marido e dois filhos envenenados na Bahia

A mulher confessou o crime, e segundo ela, colocou chumbinho na comida do marido para matá-lo.

Uma mulher de 26 anos, que não teve o nome revelado, foi presa em flagrante após assassinar o marido e os dois filhos envenenados em Ilhéus, no sul da Bahia. O crime aconteceu na noite de sábado (17) e a suspeita foi presa neste domingo (18). Segundo a Polícia Civil, ela colocou chumbinho na comida dos três.

O marido da mulher foi identificado como Marcos Paulo Mendes Santos, de 23 anos; o filho mais velho como Benjamyn Kleyton Mendes Barreto Santos; e a caçula como Rosymary Mendes Barreto Santos. Os três morreram no local.

Ela ainda filma os três no chão | Foto: Divulgação

Ela ainda filma os três no chão | Foto: DivulgaçãoAlém de envenenar o marido e os filhos, a mulher ainda filmou as vítimas caídas no chão. Nas imagens é possível ver o homem passando mal no sofá e os dois filhos mortos no chão em um cômodo da casa. Por fim, ela filma os três no chão.

A mulher confessou o crime, e segundo ela, colocou chumbinho na comida do marido para matá-lo, mas os filhos de quatro anos e um ano e sete meses também ingeriram o alimento. Após matar a família, ela se escondeu na região de Uruçuca, mas foi encontrada pela polícia e levada para a Delegacia de Ilhéus.

Madrasta é presa em flagrante após bebê ingerir haxixe na Bahia

Na sexta-feira (9), um bebê de apenas 1 ano e 3 meses foi resgatado após ter  ingerido haxixe, uma substância derivada da maconha. O incidente ocorreu em Salvador. A suspeita do crime é a madrasta da criança, uma mulher de 21 anos, que foi detida em flagrante por tentativa de homicídio.

A rápida intervenção das autoridades possibilitou o socorro imediato ao bebê, visando garantir sua saúde e bem-estar. Após o pai e a madrasta levarem a criança para ser atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro com sinais de envenenamento, uma servidora da UPA fez a denúncia às autoridades.

Diante dessa informação, equipes da Polícia Militar foram acionadas e prontamente se dirigiram ao local para realizar as devidas diligências e investigações necessárias. A ação rápida das autoridades demonstra o empenho em proteger a criança e apurar os fatos para garantir a sua segurança.

Fonte: Meio Norte

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 9 9922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Portal Saiba Mais