PDT avalia qual palanque mais se adequa a Ciro Gomes no Piauí, diz Evandro Hidd

Sem candidatura majoritária própria no Piauí, o PDT segue discutindo qual será seu o posicionamento em relação às eleições para o governo do estado em 2022. Segundo o vereador de Teresina, Evandro Hidd, presidente do diretório estadual da sigla, eventuais apoios estão condicionados ao fortalecimento do palanque de Ciro Gomes, pré-candidato pedetista à presidência da República.

“É o momento de cautela, analisar aquele cenário que mais se adequaria ao projeto de eleição de Ciro Gomes à presidência da República. A gente tem que encaixar o estado do Piauí nessa eleição nacional para que a gente consiga ter uma vitória a nível de Brasil e, consequentemente, uma vitória no estado do Piauí”, disse o dirigente partidário em entrevista ao Jornal do Piauí desta terça-feira (26).

Na oportunidade, o vereador confirmou que o PDT teve conversas o grupo liderado pelo ex-prefeito da capital, Sílvio Mendes (União Brasil), mas pontuou que, embora existam tratativas entre os dois partidos em torno de uma provável aliança, não garantiu que isso se obrigatoriamente também aconteça no Piauí. “Isso é muito relativo. Pode ser que sim e pode ser que não”, ponderou.

“A gente consegue continuar com nossa bandeira erguida, com o tapete esticado para o nosso pré-candidato à presidência, Ciro Gomes. Vamos buscar o melhor caminho, não chamo nem definição, chamo cautela para termos o melhor caminho a ser seguido pelo PDT nas eleições estaduais, visando e buscando a eleição majoritária de Ciro Gomes”, destacou o parlamentar durante a entrevista.

Evandro Hidd deve participar, nesta quarta-feira (27), de um evento em Brasília, organizado pelo PDT nacional, que reunirá prefeitos e vereadores de todo o país em demonstração de apoio a Ciro Gomes.

Breno Moreno (Com informações do Jornal do Piauí)

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.