Perícia vai refazer trajeto de adolescentes que foram assassinados em Teresina

A reconstituição será feita no local onde os corpos foram encontrados

A Polícia Civil vai realizar a reconstrução da cena do crime, onde os dois jovens Anael Colins e Luian Ribeiro, foram assassinados de forma brutal na zona leste de Teresina. Segundo a polícia, o pedido foi feito pela defesa dos suspeitos.

O corpo dos dois adolescentes foram encontrados no dia 15 de novembro em uma estrada na zona rural de Teresina. O empresário João Paulo de Carvalho Gonçalves Ribeiro, dono do Frango Potiguar, seria um dos envolvidos no crime, junto com um tio que não teve a identidade revelado e confessou a autoria do crime.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Lucy Keiko, um dos suspeitos já teria confirmado a versão da polícia. “Ele [João Paulo] fala que na madrugada do dia do crime teria recebido a ligação de um tio, cuja residência fica ligada a uma casa de shows. Esses menores estariam na casa de shows e por algum motivo entraram na casa do tio do empresário. O empresário contou que ao chegar na casa, os menores já estava imobilizados por um tio e primo. O tio pediu o carro de João Paulo e ele emprestou”, explicou o delegado.

Após entrarem no carro, os adolescentes foram levados para um local onde foram executados a tiros. O tio assumiu a autoria do crime, efetuando os disparos que tiraram a vida de Anael e Luian.

Sobre a reconstituição, os locais serão na mata onde os corpos foram encontrados e também no sítio onde os adolescentes estavam. “É um direito da defesa, para evitar qualquer dúvida, e garantir que eles tenham direito a ampla defesa. Mas a investigação foi bem feita, não há muito o que se descobrir agora, meses depois do crime, nesses locais”, comentou o delegado Francisco Bareta.

Por Piauí Hoje

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *