PF tem novo superintendente no Piauí e garante ação integrada contra facções

O delegado José Antônio Simões de Oliveira Franco assumiu, nesta quinta-feira (5), a Superintendência Regional da Polícia Federal (PF) no Piauí. Na solenidade de posse, realizada no auditório do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) em Teresina, o novo chefe da PF afirmou que manterá a integração com outros órgãos de segurança do estado, principalmente no combate as facções.

“O que pretendo realmente é intensificar a parceria com outras instituições, com a Secretaria de Segurança Pública, Tribunal de Justiça, Ministério Público, os órgãos federais, estaduais e municipais. Acho que essa simbiose de trabalhos é o que realmente faz a diferença no combate ao crime organizado. É unir forças”, disse o superintendente empossado.

Franco ocupará o cargo deixado pela delegada Mariana Paranhos Calderon. Empossado, ele elogiou o trabalho da sua antecessora e garantiu que dará continuidade as iniciativas implantadas por ela na PF.

“Minha antecessora fez uma quebra de paradigma aqui e estabeleceu essas conexões com outras instituições. Temos hoje já em andamento uma força tarefa que vem funcionando muito bem de combate ao crime organizado e facções. Um trabalho incipiente e inicial, mas que já tem trazido bons resultados para nosso estado”, pontuou o delegado.

Após três anos à frente da PF no Piauí, a ex-superintendente Mariana Paranhos Calderon deixa cerca de 1.500 investigações em andamento e avalia que o principal desafio ao seu sucessor será o combate à corrupção e as facções criminosas no Piauí.

“Combater a corrupção. Aqui a gente percebe a necessidade dessa ênfase ao combate a corrupção. Agora mais recentemente à criminalidade organizada, principalmente as facções que estão migrando de outros estados para cá. Agir não só em nível policial, gerando operações, mas também ações de inteligência, para que a gente entenda esse movimento é consigamos a prevenção, se antecipar ao crime”, disse à delegada.

Parcerias 

A posse do novo superintendente foi prestigiada por diversas autoridades locais. Rubens Pereira, secretário de Segurança Pública do Piauí, reiterou a importância de integração entre o órgão estadual e a PF que, segundo ele, tem alcançado bons resultados. Ele citou como exemplo a força tarefa de combate à criminalidade, ainda em execução, na cidade de Parnaíba.

“Para nós a expectativa é de que se continue essa integração necessária entre os órgãos de segurança pública. É o que queremos e esperamos. Precisamos manter e intensificar, sobretudo na área de inteligência. Estamos combate no estado, de forma integrada, as organizações  criminosas, então sem essa integração que já existe, não podemos chegar a lugar nenhum”, disse o gestor.

Também presente na solenidade, o coronel Scheiwann Lopes, comandante da Polícia Militar do Piauí, enfatizou a atuação integrada entre as duas instituições de segurança pública no estado.

“O carro chefe da Polícia Federal é o tráfico de drogas, além do crime organizado a nível nacional. Sempre somos parceiros e vamos sentar pra conversar, trocar ideias, fazer alianças e parcerias para darmos uma resposta em relação à criminalidade e trazer a paz que nosso povo precisa”, destacou o militar.

Já o desembargador Erivan Lopes, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRT-PI) pontuou que a parceria com a PF será ainda mais fundamental neste ano de eleição. “Ela é a polícia judiciária da União, então quem faz o serviço de polícia judiciária para a Justiça Eleitoral é a PF. Ela tem sido uma parceira e por isso estamos aqui prestigiando a posse do novo superintendente”, disse o magistrado.

Paralisações de delegados

O novo superintentende da PF no Piauí assume a função no momento em que os delegados federais anunciam paralisações parciais em todo o país. A categoria reinvindica promoções e a reestruturação das carreiras policiais da União que haviam sido prometidas pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

Segundo José Franco, o movimento não irá interferir as ações da PF no estado. “A ideia é continuar trabalhando, mostrando pra sociedade que independente de entendimentos ou de reivindicações a PF vai continuar fazendo o seu trabalho. Todas as investigações vão continuar em andamento, vamos continuar combatendo o crime organizado as facções ao tráfico de drogas. Não podemos parar, a PF tem que continuar com suas atividades”

Quem é o novo superintendente?

José Antônio Simões de Oliveira Franco é graduado em Direito pela Fundação de Ensino Eurípides Soares da Rocha – Marília/SP, no ano de 2001; pós-graduado em Direitos Humanos e Cidadania e em Segurança Pública e Cidadania, ambos os títulos conferidos pela Universidade Federal da Grande Dourados – Mato Grosso do Sul.

O novo superintendente regional ingressou na PF, no cargo de Delegado de Polícia Federal, no ano de 2007. Entre outras funções dentro da PF, atuou como Chefe Substituto da Delegacia de Dourados/MS, Supervisor do Grupo de Investigações Sensíveis no Mato Grosso do Sul e como Delegado Regional Executivo das Superintendências de Rondônia, do Rio Grande do Norte e do Ceará.

O Superintendente Regional da PF no Piauí é professor da Academia Nacional de Polícia, em Brasília; e já coordenou a CESPORTOS – Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis nos Estados de Rondônia, Rio Grande do Norte e Ceará.

Flash Breno Moreno/Cidade Verde

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *