Piauiense que entregou flores ao papa em Teresina, há 40 anos, relata que foi alvo de racismo

O papa João Paulo II visitou Teresina há exatos 40 anos, no dia 8 de julho de 1980. Milhares de pessoas acompanharam a sua visita, após desembarque no aeroporto da capital e foi recebido pelo então governador, Lucídio Portela, pai da deputada federal Iracema Portella.

Na ocasião, João Paulo II, hoje santo, recebeu flores da menina Maria Joelma Oliveira , na época com oito anos. A TV Cidade Verde encontrou ela, que contou detalhes do emocionante episódio.

“Na época ele me deu um terço e esse terço eu tenho até hoje de lembrança. Me sinto muito feliz, e hoje saber mais ainda que ele se tornou um santo”, disse a técnica de enfermagem.

Em entrevista ao programa  Tem de Tudo, da Rádio Cidade Verde, Joelma contou que foi vítima de racismo na época. Ela estudava em uma escola filantrópica e a diretora a escolheu para entregar as flores. Uma aluna loira a ofendeu pela escolha, por ela ser ‘pretinha’.

“Isso me marcou até hoje, nunca esqueci, lembro até o nome da coleguinha. Eu nunca esqueci disso porque, como sou pretinha, na época sofri certo preconceito na sala de aula. Naquele tempo já tinha isso”, contou.

Confira o vídeo da reportagem da TV Cidade Verde:

 

Fonte: TV Cidade Verde e 180graus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *