Picos: MP pede a condenação de Araujinho por pedido antecipado de voto

Por Rany Veloso/Meio Norte

Nos dois pareceres do Ministério Público Eleitoral (MPE), emitido neste domingo (11), o promotor Antônio Barbosa, entende que o candidato à prefeitura de Picos, Araujinho (PT), deve ser punido por propaganda fora do tempo permitido pela lei.

O MP, provocado pela Comissão Provisória do Partido Progressistas (PP), concluiu que na convenção do PT, no dia 12 de setembro, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), pediu votos explicitamente ao candidato, quando o prazo permitido para propaganda só começaria dia 27 de setembro.

Na outra representação, a acusação é sobre postagem nas redes sociais de Araujinho o vídeo do governador pedindo voto, o que também, segundo o promotor, configura propaganda antecipada.

Em cada ação, o MP diz que os pedidos são procedentes, o que pode resultar em multa que pode variar de R$ 5 a R$ 25 mil reais.

Trecho da decisao do MP

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *