Polícia Civil do Piauí autoriza criação da delegacia de homicídios em Picos

O delegado geral da Polícia Civil do Piauí, Luccy Keiko, assinou uma portaria, no dia 25 de março, em que cria a Delegacia de Homicídios, Tráfico de Drogas e Latrocínio (DHTL) em Picos. A mesma unidade já existe em Parnaíba, litoral do estado.

Conforme o documento, segundo o delegado-geral, a criação se deu devido à necessidade de aperfeiçoar os trabalhos de polícia na cidade. Além disso, outras portarias estabelecem a divisão de atribuições entre as unidades de Polícia Civil.

A Delegacia de Homicídios, Tráfico de Drogas e Latrocínio (DHTL) será responsável pela apuração de crimes contra a vida, inclusive envolvendo menores e idosos, latrocínio tentado ou consumado e crimes de tráfico de entorpecentes.

Assim, o 1º Distrito Policial de Picos ficará responsável pela apuração das infrações penais de:

  • Crimes contra o patrimônio e contra a fé pública na cidade de Picos;
  • Todos os procedimentos policiais dos municípios de Santana do Piauí, Monsenhor Hipólito, Geminiano, Bocaina e Aroeira do Itaim.

2º Distrito Policial:

  • Crimes previstos no Estatuto do Desarmamento e contra a administração pública;
  • Atos infracionais praticados por criança e adolescentes que estejam previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente;
  • Crimes de trânsito, além de todos os procedimentos policiais dos municípios de Francisco Santos, São José do Piauí, Sussuapara e Dom Expedito Lopes.

Delegacia da Mulher de Picos:

  • Crimes envolvendo violência contra a mulher baseada em gênero, inclusive feminicídio;
  • Apuração de todos os casos em que for vítima criança ou adolescente;
  • Todos os procedimentos policiais dos municípios de Santo Antônio de Lisboa, São João da Canabrava, Itainópolis, Vera Mendes e São Luís do Piauí.

A Central de Flagrantes de Picos continuará com funcionamento, em regime de plantão, de 24 horas, e será responsável pela lavratura de procedimentos em flagrante e medidas urgentes da Delegacia Regional de Picos.


Fonte: G1 PI

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *