Polícia deve solicitar DNA para comprovar abuso da criança de 10 anos que engravidou em Barras

Sobre o estupro de uma menina de 10 anos de idade em Barras, o Gerente de Policiamento do Interior, Marcelo Leal, informou que o inquérito policial foi instaurado e  o crime está sendo investigado. A  criança acabou engravidando durante o abuso sexual que teria sido praticado por um primo. A criança já nasceu.

MATÉRIA RELACIONADA

Em Barras-PI, criança de 10 anos é estuprada, engravida e tem um filho;suspeito não foi preso

O delegado esclarece que os envolvidos estão sendo investigados e há possibilidade de exame de DNA ser feito para comprovar a autoria do delito.  A Delegacia de Barras foi acionada por meio do Ministério Público e nenhum representante da vítima acionou a Polícia Civil diretamente, conforme Marcelo.

“A polícia representou judicialmente medidas cautelares para que seja aclarada a autoria do fato.  Como se trata de uma criança 10 anos de idade,  ainda que alguma prática sexual tenha ocorrido de forma consentida ela e considera vulnerável pela lei independentemente da vontade dela ou da família haverá apuração”, garante Marcelo Leal.

O promotor Silas também garante que o crime terá punição. “Pode ter certeza que a gente conclui isso”, afirma.

ENTENDA!

O promotor explicou que a denúncia chegou pela mãe da vítima, primeiro, ao Ministério Público. A mãe percebeu a barriga da menina “saliente” e investigou o caso, constatando a gravidez. Segundo a denúncia, o autor do caso é um parente colateral da vítima e teria cometido a violência mais de uma vez contra a menina.

“A mãe demorou a denunciar porque a menina não contou nada, ela percebeu quando a filha já estava com a gestação um pouco avançada. Então ela já estava próximo de ter o bebê. Nós comunicamos à autoridade policial, solicitamos apoio psicológico e ainda vamos ouvi-la, já que a lei determina que vítimas de violência sexual sejam ouvidas apenas uma vez, para que não sejam revitimizadas, não precisem reviver essa violência mais de uma vez”, explicou o promotor.

Fonte: longah.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *