Polícia investiga se universitária superfaturou festa de formatura de colegas de turma em Teresina

Segundo a denúncia, estudante era responsável pela administração do dinheiro destinado à formatura, e teria inventado uma dívida para o grupo, e furtado cerca de R$ 12 mil.

A Polícia Civil investiga se uma estudante universitária aplicou um golpe de aproximadamente R$ 12 mil em seus próprios colegas de turma, em Teresina. A universitária foi denunciada pelos colegas.

O caso é investigado pelo 13º Distrito Policial. Segundo o delegado Odilo Sena, responsável pela investigação, a universitária seria responsável pela administração do dinheiro da turma destinado à festa de formatura.

Durante o curso, alguns colegas teriam desistido de participar das comemorações e a suspeita teria se aproveitado desse fato para inventar uma dívida a ser paga pela turma. O valor arrecadado para custear a dívida inexistente foi de aproximadamente R$ 12 mil e as festas aconteceram em 2018.

Entretanto, em 2021, a turma descobriu que a empresa responsável pela formatura havia “enxugado” o valor total da festa para não alterar o orçamento individual e que não havia a dívida referente às desistências. Eles então decidiram denunciar o caso à Polícia.

“Recebemos ontem [22] essa notícia. Os alunos passaram esse fato, que está sendo investigado pela equipe. Vamos confirmar a identificação dessa aluna e tomar as providências no sentido de descobrir se foi um estelionato, apropriação indébita, ou um fato atípico [que não configuraria crime]”, comentou o delegado Odilo Sena.

Por G1 PI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *