Policiais penais irão paralisar as atividades no Piauí

A categoria quer que o Governo atenda as reivindicações

Os policiais penais do Piauí estiveram reunidos em Assembleia Geral nessa quinta-feira (24), na sede do Sindicato dos Policiais Penais do Piauí (Sinpoljuspi), e decidiram paralisar várias atividades no sistema prisional  como forma de protesto contra o Governo do Estado, para que as reivindicações da categoria sejam atendidas.

De acordo com o Sindicato, as paralisações fazem parte da Operação Policiais Penais São Essenciais, que terá início no dia 14 de março. A categoria afirma que sofre há vários anos com a defasagem salarial, baixo efetivo, superlotação carcerária, excesso de atividades e ainda sem a devida regulamentação da Polícia Penal e uma carreira que não oferece perspectiva para o servidor.

“O Sindicato representativo conclama a todos para lutar, em contraposição, ao desrespeito que o Governo do Estado insiste em tratar a categoria e ainda pede para que cada Policial Penal denuncie todo e qualquer tipo de assédio moral e perseguições dos gestores por lutarem em busca de dignidade, valorização, respeito e reconhecimento enquanto profissionais, cidadãos e pais/mães de família”, denuncia o Sindicato.

Piauí Hoje

 

WhatsApp do Portal Saiba Mais: (89) 99922-3229

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *