Policial militar é preso suspeito de tentar matar ex-companheira a tiros em Regeneração

O caso foi registrado pela Polícia Civil como tentativa de feminicídio. A vítima foi baleada na perna e na mão, e transferida para o Hospital de Urgência de Teresina.

Por Catarina Costa, G1 PI

Um policial militar foi preso em flagrante suspeito de atirar na ex-companheira de 25 anos, na tarde deste domingo (19), no Centro de Regeneração, a 146 km de Teresina. O caso foi registrado pela Polícia Civil como tentativa de feminicídio.

De acordo com o tenente-coronel Rui Nunes Cordeiro, comandante da PM de Água Branca, a polícia foi acionada por volta das 12h30 sobre uma tentativa de homicídio, em que um policial havia tentado matar a ex-companheira com dois tiros, usando a arma da instituição. O caso aconteceu na Rua Dr. Raimundo Campos, em frente a casa dos pais do suspeito.

“Após atirar contra a ex-companheira, o policial fugiu em seu veículo com destino a Teresina. A Força Tática de Água Branca iniciou diligências e conseguiu prender o suspeito na altura do Povoado Montevidéu, em Angical do Piauí, 20 km de Regeneração”, informou o comandante.

O policial militar foi encaminhado para a Delegacia de Água Branca para formalidades legais, após a lavratura do auto de prisão em flagrante delito, ele será encaminhado para o Presídio Militar em Teresina. Com o suspeito foram apreendidos uma pistola da PM com três carregadores e 38 munições. O soldado é lotado no 6º Batalhão da Polícia Militar do Piauí.

Já a vítima foi baleada na perna e na mão. Ela recebeu socorro de populares, que acionaram o Samu da região e em seguida a jovem foi transferida para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

“A vítima teve uma união estável como o policial por dez meses e desde de outubro do ano passado estão separados. Hoje quando ela passava na rua, deparou-se com o ex-companheiro na casa de seus pais e o mesmo atentou contra a vida dela, efetuando dois disparos. Ele não quis dizer a motivação do crime”, contou Cordeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *