População protesta contra mulher que queimou namorado da filha em José de Freitas

Familiares e amigos de Breno Santos Gonçalves, de 19 anos, protestaram na tarde dessa segunda-feira (14/12), em José de Freitas/PI, para pedir justiça contra a professora Amparo Aquino, suspeita de jogar água fervente ao receber o jovem em sua residência. A suspeita não aceita namoro de sua filha com Breno. As informações são do Revista Opinião.

A vítima, que é morador do bairro Suco de Uva, sofreu queimaduras de 2º e 3º graus que atingiram costas, rosto, boca, língua e garganta, membros e regiões íntimas.

A mãe e o irmão de Breno participaram da  manifestação que ocorreu com saída do bairro Suco de Uva, percorrendo a avenida Paulino Pacífico, Balão da Rodoviária, Praça Central e encerraram na praça de Eventos Freitas Filho, onde realizaram uma corrente de oração para o jovem Breno.

Em relato, Ana Cláudia clama por Justiça e diz que nada justifica esse ato de crueldade e que espera das autoridades uma resolução para tal situação. Ela disse que Breno está com dificuldades em se alimentar pois devido as queimaduras na região da boca.

Desde o fato, no início da noite de quinta-feira (10/12), ele está internado, no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). O jovem passou por procedimentos cirúrgicos e o estado de saúde é estável, mas sem previsão de alta.

Suspeita foi detida

Após ser acionada, a Polícia Militar foi até a residência da suspeita e a conduziu para a Central de Flagrantes, onde foi lavrado um termo circunstanciado de ocorrência e em seguida ela foi liberada acompanhada de um advogado.

Suspeita Amparo Aquino
Suspeita Amparo Aquino    Arquivo pessoal

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *